MENU

Mulher fica ferida durante fuga de assaltantes após roubo a mercado

Mulher fica ferida durante fuga de assaltantes após roubo a mercado

Atualizado: Segunda-feira, 1 Novembro de 2010 as 12:32

Uma mulher sofreu ferimentos no rosto depois que seu carro foi atingido por um tiro disparado por criminosos suspeitos de um roubo ao supermercado Extra na madrugada desta segunda-feira (1º) na altura do km 13 da Rodovia Raposo Tavares, na Zona Oeste de São Paulo. O tiro foi disparado durante uma perseguição feita por policiais militares ao veículo dos assaltantes, que haviam fugido do supermercado após o crime. Uma pessoa foi presa por suspeita de participação no assalto.

De acordo com a PM, funcionários que foram rendidos no estabelecimento relataram que entre 18 e 20 homens armados com fuzis e portando coletes à prova de balas invadiram o local por volta das 4h. A PM foi acionada pois o alarme de um caixa eletrônico soou. Ao chegarem ao local, os policiais encontraram um veículo saindo. Houve troca de tiros no local, perseguição, mas os assaltantes conseguiram fugir. O carro, entretanto, foi encontrado abandonado pouco depois, no Jardim Boa Vista.

Na Rodovia Raposo Tavares, os assaltantes fizeram um disparo, que atingiu o vidro de um carro dirigido por uma mulher. Os estilhaços causaram ferimentos no rosto da motorista, que foi socorrida para o Hospital Universitário, atendida e liberada.   Enquanto parte da equipe da PM acompanhou os fugitivos, outros policiais ficaram no supermercado. No local, eles abordaram um veículo dirigido por um homem que seguia em direção à rodovia. Segundo os policiais que participaram da ação, o homem havia saído dos fundos do estabelecimento.

Inicialmente, ele apresentou o documento de seu irmão. Na delegacia, foi constatado que o suspeito era procurado por roubo. Ainda de acordo com a PM, os funcionários que foram rendidos reconheceram o homem como um dos integrantes da quadrilha que realizou o assalto.

Também segundo relato das vítimas, os homens as renderam quando elas estavam na cozinha do supermercado – cerca de 12 pessoas foram feitas reféns. Elas foram mantidas no local enquanto os assaltantes recolhiam produtos eletrônicos, como notebooks, e tentavam arrombar um caixa eletrônico – neste caso, sem sucesso. Equipamentos usados para tentar abrir o caixa, como cilindros e um maçarico, foram deixados no local.

Por volta das 9h30 desta manhã, o boletim de ocorrência ainda não havia sido finalizado. O supermercado, que normalmente abre às 7h, permanecia fechado – funcionários informaram que era aguardada a realização da perícia no local. Apenas quem trabalha no estabelecimento ou em outros comércios que funcionam na área era autorizado a entrar no estacionamento.

O mesmo supermercado foi invadido e assaltado no dia 27 de agosto. Na ocasião, criminosos fizeram cerca de 30 funcionários reféns. Além de roubares produtos eletrônicos, os assaltantes também arrombaram caixas eletrônicos.

Em nota, a assessoria de imprensa do Grupo Pão de Açúcar, informou que não houve vítimas no assalto e que "a rede colabora com os órgãos competentes para a realização dos levantamentos necessários ao esclarecimento do fato". A reabertura da loja só será feita após a perícia.    

veja também