MENU

Mulher que teria cuidado do filho de Eliza pode ser chamada para depor

Mulher que teria cuidado do filho de Eliza pode ser chamada para depor

Atualizado: Sexta-feira, 16 Julho de 2010 as 7:16

Uma mulher que teria cuidado do filho de Eliza na casa do goleiro Bruno, no Rio de Janeiro, pode ser chamada para prestar depoimento à polícia, segundo a delegada Ana Maria Santos, que participa das investigações sobre o desaparecimento de Eliza Samudio em Minas Gerais.

De acordo com a polícia, a mulher que tomou conta do bebê antes da viagem para Minas Gerais foi citada pelo menor que prestou depoimento e é suspeito de envolvimento no sumiço da jovem.

“Ele informa de alguém que cuidava do bebê junto com ele e com o Macarrão. O momento das investigações já nos remete para essa necessidade de intimá-la para prestar depoimento nesse inquérito”, diz a delegada Ana Maria Santos.

O menor deve ser ouvido novamente nesta quinta-feira (15). Se a Justiça autorizar, o menor pode ser levado ao sítio de Bruno, para mais esclarecimentos.  

Eliza, que desapareceu no início de junho, teve um relacionamento com o goleiro Bruno, que era do Flamengo, no ano passado. Ela tentava provar, na Justiça, que o atleta era pai de seu filho. Oito suspeitos de envolvimento no sumiço da jovem foram presos. Todos negam o crime.

Depoimento do menor  

A delegada Ana Maria Santos afirmou que o menor que já prestou depoimento no Rio de Janeiro voltou a ser ouvido pela polícia na quarta-feira (14) e teria apresentado um fato novo à polícia, porém, sem contradições.

"Ele permanece cooperativo e praticamente confirma o teor dos depoimentos até então, mas traz uma novidade que, por conveniência da investigação, não será publicada. Ele realmente preserva a presença do Bruno, mas percebemos que a partir de determinado momento o Bruno toma conhecimento do que está acontecendo", afirmou a delegada.  

Segundo Ana Maria, o depoimento foi interrompido nesta quarta-feira porque o adolescente estava cansado. "Retornaremos amanhã [quinta-feira (15)] do ponto em que paramos."

Vestígios de sangue  

A Polícia Civil informou durante entrevista coletiva, na quarta-feira (14), que foram encontrados vestígios de sangue em um colchão no sítio do goleiro Bruno, em Esmeraldas (MG). Segundo a polícia, o sangue é humano e será submetido a exames de DNA, que vão determinar se o sangue é de Eliza ou não.  

Além do sangue, fios de cabelo foram encontrados durante as buscas que ocorreram entre a noite de terça-feira (13) e a madrugada desta quarta.  

“Por análises periciais, foram detectados vestígios de sangue humano em um colchão, que serão comparados por exames de DNA para saber se são da Eliza ou não", disse a delegada Alessandra Wilke.  

Na semana passada, a polícia confirmou que foram encontrados vestígios de sangue de Eliza em um carro do goleiro Bruno que havia sido apreendido em uma blitz, no começo de junho, por estar com a documentação irregular. O material coletado foi comparado com material genético colhido do pai de Eliza, Luiz Carlos Samudio, e do filho dela

veja também