MENU

Mulher sai do coma e denuncia marido por tentar matá-la com 5 tiros

Mulher sai do coma e denuncia marido por tentar matá-la com 5 tiros

Atualizado: Segunda-feira, 3 Outubro de 2011 as 10:37

Depois de sair do coma, vítima foi transferida para

outra unidade de saúde por segurança

(Foto: Rachel Rocha/ Rádio Centro América)

  Uma mulher que ficou internada em coma no Hospital Regional de Sorriso, a 420 quilômetros de Cuiabá, por mais de três meses se recuperou e denunciou o marido de 34 anos por tentativa de homicídio. Ela disse à polícia que o marido atirou para que ela não o denunciasse pelo assassinato de um homem. Devido aos ferimentos, a vítima ficou paraplégica e estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas, segundo os médicos da unidade, ela foi transferida. O delegado Thiago Damasceno, que investiga o caso, preferiu manter sigilo sobre o local onde ela se encontra com o intuito de garantir a segurança da mulher e confirmou que a vítima foi ouvida nos últimos dias.     Antes, a suspeita era de que a vítima teria tentado cometer suicídio, atirando contra si. Depois de se recuperar, porém, ela refutou essa hipótese. Como a Justiça já havia expedido um mandado de prisão contra o suspeito por outro crime, o marido encontra-se foragido há algum tempo, conforme o delegado. O homicídio, conforme a mulher relatou à polícia, ocorreu no 5 de março deste ano, algum tempo depois, ela sofreu a tentativa de assassinato.

Depois disso, ela contou ao marido ter conhecimento de que ele havia assassinado um homem após uma briga de bar no Distrito de Água Limpa, a aproximadamente 120 quilômetros de Sorriso. "Possivelmente, o suspeito tinha medo de que um dia a mulher contasse o que sabia e, por isso, tentou matá-la", pontuou o delegado.

Após ser queimado, como a mulher relatou a polícia, o corpo foi enterrado em uma região de mata. Porém, algum tempo depois, a ossada foi encontrada. Além disso, a perícia constatou que a mesma arma que atingir a esposa foi usada para assassinar a outra vítima.          

veja também