MENU

Muzambinho, no Sul de MG, também proíbe o uso da serpentina metalizada

Muzambinho, no Sul de MG, também proíbe o uso da serpentina metalizada

Atualizado: Quinta-feira, 3 Março de 2011 as 10:10

Um decreto municipal também proíbe a venda e o uso de serpentinas durante as comemorações de carnaval em Muzambinho, no Sul de Minas Gerais. O decreto foi publicado em 1ª de março. A restrição também está em vigor na cidade de Poços de Caldas, na mesma região. As cidades tomaram essa medida depois que um acidente envolvendo a rede elétrica matou 15 pessoas em Bandeira do Sul.

Em Muzambinho, o carnaval de rua é realizado na Avenida Américo Luz. Confetes metalizados e fogos de artifício também não podem ser vendidos para o carnaval. Na cidade, a prefeitura também proíbe som automotivo, banho de mangueira e uso de piscinas de plástico na porta das casas, conforme outro decreto publicado no mês passado. Segundo o Secretário Municipal de Cultura de Muzambinho, Luciano Santini, as medidas são para dar mais segurança à realização da festa.

O acidente em Bandeira do Sul colocou em discussão o risco que alguns artigos metalizados oferecem em contato com a rede de elétrica. O professor de engenharia elétrica, Marcos Trevisan, analisou as imagens do acidente. Segundo ele, instantes antes da explosão, partículas de serpentina caem e logo após é visto o clarão do curto-circuito.

O professor destaca que o curto gera uma temperatura muito alta, capaz de danificar e partir os cabos de energia. Ainda segundo ele, os fios aparecem bem próximo do trio elétrico, o que aumenta o perigo.

veja também