MENU

Na Marcha para Jesus, Kassab diz que SP é a cidade da diversidade

Na Marcha para Jesus, Kassab diz que SP é a cidade da diversidade

Atualizado: Quinta-feira, 23 Junho de 2011 as 3:15

Paulo Toledo Piza Do G1 SP

imprimir O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, marcou presença na Marcha para Jesus; à dir., bispa Sônia Hernandes, da Igreja Renascer (Foto: Paulo Toledo Piza/G1)  

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, afirmou após participar da Marcha para Jesus, na Zona Norte de São Paulo, que a capital paulista é a cidade da diversidade. O evento, que acontece desde as 10h desta quinta-feira (23), deverá reunir cerca de cinco milhões de pessoas, segundo a organização, na Praça Heróis da FEB e na Avenida Santos Dumont.

Kassab chegou no evento no início da tarde e foi recebido por representantes da Igreja Renascer em Cristo, responsáveis pela Marcha. Pastores pediram ao público que abençoasse o prefeito e que orassem por ele.   Na saída, questionado a respeito de eventos tão distintos, como a Marcha e a Parada do Orgulho Gay, que acontece no domingo (26), Kassab disse que há espaço para todos os públicos no município. “É a cidade das diversidades, do respeito a todas as comunidades.”

O prefeito minimizou as críticas proferidas pelo senador e bispo Marcelo Crivela, presente na celebração. O político evangélico criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que reconhece a união estável entre pessoas do mesmo sexo. “O Congresso deve se levantar contra o ativismo do STF. Só o Congresso pode detê-lo”, disse o senador.

Para Kassab, os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário precisam ter independência para exercer cada um suas funções. “O senador Crivela tem expressado seu sentimento no poder Legislativo. O Supremo é do Judiciário.”

Trios elétricos

Milhares de fiéis deixaram a região do Metrô Tiradentes na manhã desta quinta-feira (23) em direção à Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira (FEB), na Zona Norte de São Paulo, durante a 19ª Marcha para Jesus. A multidão de evangélicos acompanhou dez trios elétricos no evento cujo tema deste ano é “A Marcha da Fé”.

A organização do evento esperava receber de todo o Brasil cerca de 800 caravanas para prestigiar a festa evangélica. De acordo com a assessoria de imprensa, viriam em ônibus e vans fiéis de estados como Bahia, Tocantins, Amazonas e Rio de Janeiro. Ao todo, estavam programados 38 shows programados. Os organizadores do evento preferiram não dar uma estimativa de público.

No ano passado, eles afirmam que uma multidão de aproximadamente cinco milhões de pessoas participou da celebração. O palco para os shows foi montado na Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira (FEB), perto do Campo de Marte, em Santana, Zona Norte.

Entre as bandas e artistas que confirmaram presença estão Renascer Praise, Cassiane, André Valadão, Thalles Roberto, Soraya Moraes, Fernanda Brum, Marcelo Aguiar e Irmão Lazaro, entre outros. Os shows devem prosseguir até as 21h30, quando termina a festa. De acordo com a assessoria de imprensa da Marcha para Jesus, um espaço para deficientes físicos e auditivos, com direito a tradutores, foi reservado do lado esquerdo do palco. Todas as atrações podem ser conferidas no site .

O atendimento médico no local é realizado por 200 profissionais da área da saúde, como médicos e enfermeiros. Dez ambulâncias garantirão o deslocamento de pacientes em caso de necessidade, de acordo com a assessoria de imprensa da festa. A Marcha para Jesus foi realizada no Brasil pela primeira vez em 1993.

Bloqueios da CET

Por causa da Marcha, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) programou interdições nas avenidas Tiradentes, Olavo Fontoura e Santos Dumont para a realização da festa evangélica.     O tráfego no sentido sul seria desviado pela Avenida Brás Leme, enquanto que os motoristas que seguem pelo sentido oposto deveriam trafegar pela pista local do eixo, até a Avenida Tiradentes, a Rua Pedro Vicente e a Avenida Cruzeiro do Sul. A pista central da Avenida Santos Dumont, sentido Praça Campos de Bagatelle, teria seu trânsito desviado em direção à Marginal Tietê no sentido Ayrton Senna.

O Terminal Armênia seria desativado na quinta-feira das 10h às 14h. As linhas de ônibus seriam desviadas para a Ponte da Vila Guilherme, seguindo pela Avenida Bom Jardim, ruas Araguaia, Canindé, Olarias e Pedro Vicente, e Avenida Cruzeiro do Sul.

Milhares de fiéis na concentração da Marcha para Jesus (Foto: Monica Alves/AE)      

veja também