MENU

Na Rocinha, crianças sem aula aproveitam dia de sol na piscina

Na Rocinha, crianças sem aula aproveitam dia de sol na piscina

Atualizado: Sexta-feira, 11 Novembro de 2011 as 3:37

Crianças da Rocinha se divertem na piscina na tarde desta sexta-feira (11) (Foto: Lilian Quaino/G1) Sem aulas no Ciep Ayrton Senna, as crianças aproveitam esta sexta-feira de sol e calor para se refrescar nas piscinas do Complexo Esportivo da Rocinha. A escola, que fica na Autoestrada Lagoa-Barra, em frente à comunidade, em São Conrado, na Zona Sul do Rio de Janeiro, decidiu fechar as portas nesta sexta para garantir a segurança de alunos e funcionários, às vésperas da ocupação da Rocinha .

Pela manhã, senhoras da comunidade também compareceram normalmente às aulas de hidroginástica. O campo de futebol do complexo esportivo também atraiu muitos jovens da comunidade, que jogaram seguidas peladas.

Com as escolas fechadas, mães aproveitaram também para levar as crianças à praia. O dia de sol forte fez a alegria dos vendedores de picolés, que atraíram até os policiais de plantão na comunidade.

Ocupação da Rocinha

A favela da Zona Sul da cidade vive a expectativa de receber a 19ª Unidade Polícia Pacificadora (UPP) nos próximos dias, após a prisão de Nem. De acordo com o governador Sérgio Cabral, a ocupação da Rocinha será concluída até domingo (13) .

O traficante foi preso na madrugada de quinta-feira (10), após ser encontrado por policiais militares do Batalhão de Choque escondido no porta-mala de um carro, ao tentar fugir da comunidade. Os PMs encontraram no veículo cerca de R$ 180 mil e cinco celulares. Antes da prisão, os homens que ajudavam o traficante na fuga chegaram a oferecer R$ 1 milhão de suborno em troca da liberdade de Nem, segundo a polícia.

Em nota, a Secretaria de estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que Nem está em uma cela indivividual, teve o cabelo raspado , terá que usar uniforme, não tem direito a receber visitas e nem a tomar banho de sol , por enquanto.

A polícia mantém o cerco na Rocinha e faz operações em outros pontos do Rio de Janeiro em busca de integrantes da quadrilha de Nem.          

veja também