MENU

Na TV, Serra rebate acusações; Dilma critica falta de compromisso

Na TV, Serra rebate acusações; Dilma critica falta de compromisso

Atualizado: Segunda-feira, 25 Outubro de 2010 as 3:42

Na última semana de propaganda eleitoral antes das eleições no próximo domingo, o presidenciável José Serra (PSDB) rebateu nesta segunda-feira acusações relacionadas à suposta privatização do petróleo, e Dilma Rousseff (PT) criticou a falta de compromisso do tucano.

A apresentadora do programa de Serra diz que Dilma o acusa por algo que ele não fez --intenção de privatizar a Petrobras e o pré-sal-- e acusa a candidata de estar fazendo há muito tempo.

O programa defende que Dilma entregou o petróleo brasileiro para 108 empresas, nacionais e estrangeiras.

Numa espécie de "o povo fala", uma das pessoas que dão depoimento critica a petista por ser "uma invenção da propaganda".

Ao citar a música "Comida", do Titãs, Serra defende que "a gente não quer só comida. A gente quer comida, diversão e arte". A partir disso, uma extensa propaganda dos projetos culturais criados durante seu governo em São Paulo.

Serra fala muito do Museu do Futebol, que classifica como "show de bola", e da Virada Cultural. O candidato afirma, contudo, que o maior esforço em favor da juventude é o combate às drogas e promete vigiar fronteiras.

Com o cenário ostentando uma bandeira de Minas Gerais, o ex-governador do Estado e senador eleito, Aécio Neves, direciona o pedido de voto aos mineiros. Aécio afirma que o tucano tem "compromisso verdadeiro com mineiros".

PT

O programa da candidata petista inicia falando sobre o documento que Serra assinou quando foi candidato a prefeito de São Paulo, em 2004. No documento, o tucano se comprometia a não renunciar ao cargo --em 2006, o tucano renunciou para concorrer ao governo paulista.

"Que valor tem a palavra de um presidente que tranforma seus valores e compromissos numa mera bolinha de papel?", questiona a propaganda.

O programa volta a mencionar a reunião de artistas pró-Dilma que aconteceu na semana passada. Confusa, a propaganda afirma que o evento aconteceu nesta semana.

Depoimentos de alguns presentes na reunião como Leonardo Boff, Chico Buarque e Alceu Valença declarando voto na petista voltam a ser exibidos.

Dentre as propostas apresentadas pela candidata no programa estão a criação de novas universidades federais, escolas técnicas e refinarias.

A propaganda ainda exibe depoimento de apoio do vice-presidente, José Alencar, defendendo a "personalidade dela [Dilma] e estilo dela dá condições de aperfeiçoar" os projetos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

veja também