MENU

'Não sou lésbica', diz Oprah Winfrey, entre lágrimas

'Não sou lésbica', diz Oprah Winfrey, entre lágrimas

Atualizado: Quinta-feira, 9 Dezembro de 2010 as 11:27

A apresentadora Oprah Winfrey negou entre lágrimas nesta quarta-feira (8) que seja lésbica, afirmando que os rumores constantes sobre seu relacionamento estreito com uma amiga são irritantes "porque significam que alguém deve pensar que estou mentindo".

A apresentadora de televisão falou da natureza de seu relacionamento de 20 anos com Gayle King em entrevista emotiva que concedeu à jornalista Barbara Walters e que será transmitida pela rede ABC na próxima quinta-feira.

"Ela é a mãe que eu nunca tive. É a irmã que todos gostariam de ter. É a amiga que todo mundo merece. Não conheço uma pessoa melhor que ela", disse Winfrey sobre Gayle King, esforçando-se para não chorar.

"Isso está me fazendo chorar porque estou pensando que eu provavelmente nunca disse isso a ela. Lenço de papel, por favor", ela acrescentou.

Especulações

Gayle King e Oprah Winfrey, 56, se conheceram quando trabalhavam numa estação de TV local de Baltimore nos anos 1980 e desde então têm sido profissional e pessoalmente inseparáveis, levando a muitas especulações na mídia sobre a possibilidade de serem homossexuais.

"Não sou lésbica. Não sou nem mesmo mais ou menos lésbica", disse Winfrey a Walters, em um trecho da entrevista divulgado na quarta-feira. "E a razão pela qual isso me irrita é que isso quer dizer que alguém deve pensar que estou mentindo. Essa é a razão número um. Número dois: por que eu quereria esconder o fato? Não é assim que eu administro minha vida."

Winfrey, cujo programa diário de entrevistas é visto por milhões de pessoas nos Estados Unidos e em 145 outros países, também mantém um relacionamento discreto de 20 anos com o empresário Graham Stedman.

veja também