'Negociei o fôlego até o final', diz atleta de corrida vertical em SP

'Negociei o fôlego até o final', diz atleta de corrida vertical em SP

Atualizado: Segunda-feira, 30 Agosto de 2010 as 8:10

Atletas profissionais e amadores participam neste domingo (29) em São Paulo da 1º prova de corrida vertical do Brasil. O desafio, que começou pela manhã e vai até as 16h, é subir correndo 31 andares de escada, vencendo 765 degraus de um prédio no Brooklin, Zona Sul da capital.

Às 13h30, o atleta Reginaldo Pereira da Silva, de 38 anos, já tinha terminado sua bateria - ele largou com outros competidores na categoria elite. "Foi execelente. Agora estou descansando", contou o rapaz, especialista em corridas em montanhas. Para ele, difícil foi manter o ritmo forte a partir do 25º lance.

"Negociei o fôlego até o final para chegar lá em cima tranquilo." A competição, realizada nas escadas internas do prédio da Nestlé, termina no heliponto e conta com a participação de 60 atletas de elite - 50 brasileiros e 10 estrangeiros -, que largaram por volta de 12h30. Ao todo, foram 600 inscritos. Às 14h, era a vez de os participantes que iriam subir as escadas caminhando começarem a prova. Conhecida internacionalmente como “vertical running”, a corrida por escadas é uma modalidade que faz parte de um circuito mundial, com calendário fixo. Nove países realizam a aventura. De acordo com a organização do evento em São Paulo, o prédio mais alto fica em Taipei (Taiwan), com 2.046 degraus. Em seguida, vem o Empire State Building (Nova York, EUA), com 1.576, e um edifício em Sidney (Austrália), com 1.504 degraus.  

Postado por:Thatiane de Souza

veja também