No Amazonas, mulher faz parto dentro de ônibus

Fonte: Globo.comAtualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:01
Parto de mulher de 25 anos foi feito dentro de ônibus em Manaus
Parto de mulher de 25 anos foi feito dentro de ônibus em Manaus

parto em onibusUma mulher de 25 anos deu à luz uma menina dentro de um ônibus de transporte alternativo em Manaus. O bebê nasceu de 7 meses e com 1,730 kg na tarde de terça-feira (27). A mãe, que não quis ser identificada, entrou em trabalho de parto dentro do coletivo, e uma passageira ajudou nos primeiros socorros. O motorista deixou a jovem e a criança na Maternidade Ana Braga, na Zona Leste da cidade.

Mãe e filha permanecem internadas em observação. A diretora da unidade de saúde, Ana Maria Medeiros, disse ao G1 que o bebê está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal e recebe ventilação não invasiva, para tratamento de uma possível infecção. Ainda não há previsão de alta.

Segundo informações relatadas pela família à direção da maternidade, a mulher, que é natural da cidade de Manacapuru, mas mora em Manaus, havia sentido dores no quadril durante a tarde e resolveu ir à maternidade. No trajeto, as dores aumentaram, e a grávida entrou em trabalho de parto dentro do coletivo. Horas antes, ela havia feito uma viagem até Manacapuru.
A passageira Ediana Costa, de 38 anos, contou que prestou socorro à mulher ao perceber que a gestante passava mal. "Ela estava desacompanhada, e eu perguntei de quantos meses estava. Então, ela entrou em trabalho de parto, e eu comecei a ajudá-la", relatou. "Sou mãe de quatro filhos e nunca tive uma experiência como essa", contou Ediana, com satisfação. "Quando vi que a criança ia nascer, fiz de tudo para ajudar, porque era uma vida que estava nas minhas mãos", completou.

Segundo a diretora da maternidade, a paciente informou ter feito apenas duas consultas de pré-natal durante a gestação. "O risco de contaminação no local onde ela [bebê] nasceu, no micro-ônibus, por onde circula um grande número de pessoas, é alto. Por isso, ela está sendo tratada de uma possível infecção pela equipe de pediatria", disse Ana Maria.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições