MENU

No Espírito Santo, 8 municípios estão em estado de emergência por causa das chuvas

No Espírito Santo, 8 municípios estão em estado de emergência por causa das chuvas

Atualizado: Segunda-feira, 1 Dezembro de 2008 as 12

No Espírito Santo, 8 municípios estão em estado de emergência por causa das chuvas

Os municípios de Vila Velha, Domingos Martins, Marechal Floriano, Guarapari,Vargem Alta, Baixo Guandu, Iconha e Itapemirim, no Espírito Santo, estão em estado de emergência.  

Vila Velha, na região metropolitana de Vitória, está em estado de emergência desde terça-feira, dia 25 de novembro. De acordo com a prefeitura, o acúmulo de chuvas no mês de novembro provocou enchentes, alagamentos e deslizamentos de barreiras, além da interdição da avenida Carlos Lindemberg uma das principais vias de ligação da cidade com a capital e demais municípios capixabas. Os últimos dados da Defesa Civil apontam 21 pessoas desabrigadas, ou seja, que perderam suas casas, e sete famílias desalojadas, impedidas temporariamente de voltar para seu local de residência.

Em Domingos Martins, na região serrana, foram registrados estragos em nove localidades do município e a prefeitura enviou técnicos para verificar a situação das comunidades.

Outro município que se encontra em risco é Cariacica, também na região metropolitana, onde vivem cerca de 400 mil habitantes. Segundo o comandante da Defesa Civil municipal, Jarbas Siqueira, além do enfrentamento aos desastres provocados pelas chuvas, as equipes de resgate encontram forte resistência das pessoas que estão em locais de alagamentos.

"Ontem saímos de barco para resgatar as pessoas, mas só conseguimos retirar enfermos e crianças para irem a escola. É uma questão cultural, as pessoas não querem abandonar suas casas. Talvez por ignorância, mas é uma tragédia anunciada, pois as construções são irregulares e as pessoas ainda depositam lixo nas encostas, daí é só chover que começa o estrago" lamentou Siqueira.

Na capital cabixada, a Defesa Civil do município recebeu mais de 150 registros de ocorrências por causa das chuvas na última semana. Segundo o coordenador do órgão, Júlio César Biancucci, as perspectivas começaram a melhorar com o sol dessa quarta-feira  e as previsões meteorológicas de índices baixos de chuva para os próximos dias. "Estamos mais animados," disse ele.

"Espero que consigamos realizar os trabalhos necessários para que a cidade volte ao normal, pois apesar de tudo, tivemos muita sorte, pois não houve nenhuma vítima fatal. Nós montamos uma força-tarefa com as secretarias de Obras, Limpeza Urbana, Meio Ambiente e Assistência Social para, principalmente, atendermos as famílias que ficaram desabrigadas", informou Biancucci.  

veja também