No PR, criadores aquecem aviários para evitar prejuízos com o frio

No PR, criadores aquecem aviários para evitar prejuízos com o frio

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:36

Forno com lenha queimando sem parar é fonte de calor para os pintinhos de um aviário no Oeste do Paraná. A tubulação espalha o calor para todo o aviário e mantém as aves no conforto. Assim, elas dormem a maior parte do dia. Os criadores contam que seguem todas as orientações do veterinário. Dentro do aviário a temperatura não pode estar abaixo das 32ºC. E de três em três horas, o criador verifica a temperatura do forno.

“Com a temperatura mais baixa, diminui o metabolismo do pintinho. (...) Com isso ele acaba não atingindo o peso”, explica o veterinário Fabiano Carneiro. Um sistema de computador instalado no galpão auxilia na manutenção do calor e dispara um alarme quando a temperatura baixa. O investimento é necessário para garantir o retorno final.            

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições