MENU

Nomes de moradores compõem grafite de prédio na Zona Norte de SP

Nomes de moradores compõem grafite de prédio na Zona Norte de SP

Atualizado: Quarta-feira, 6 Abril de 2011 as 4:38

Os grafites feitos há alguns meses na lateral de prédios do Cingapura, na Zona Norte de São Paulo, chamam a atenção de quem passa na Marginal Tietê, no sentido Castello Branco, próximo à Ponte do Piqueri. Quem mora no condomínio também aprova a melhora na aparência dos imóveis que trazem agora painéis bastante coloridos e de diferentes estilos. Um dos desenhos foi composto usando o nome de moradores do edifício.     Os grafites foram pintados por jovens contemplados pelo Programa para a Valorização de Iniciativas Culturais (VAI), da Secretaria Municipal de Cultura. O VAI financia atividades artístico-culturais de jovens de baixa renda em São Paulo.

A estudante Jenifer de Paula Santos, de 17 anos, aprovou a iniciativa de pintar os painéis. “Eu gostei muito. Quem passa lá fora não vê mais um prédio sujo, mas vê a arte. Antes dos desenhos, tinha uma má aparência. Já vi gente lá fora com vontade de entrar para ver”, disse. O desenho que ela mais gostou traz o nome de todos os moradores do prédio em que ela mora. “Achei muito interessante essa idéia”, contou.

O mestre de obras Alberico Pietro de Siqueira, de 45 anos, também aprovou. “Melhorou muito o aspecto. O visual era muito feio antes do grafite”, afirmou.     Há quem não goste muito do estilo. É o caso da garçonete e vendedora Jussara de Souza Machado, de 26 anos. “A maioria do pessoal gostou. Mas, na minha opinião, ficaria mais bonito se tivesse sido pintado da cor do prédio mesmo”, disse. Jussara afirma que já observou várias vezes as pessoas admirando os trabalhos. “Não quero ser do contra. Eu respeito a obra de arte deles. Quando estou brincando com a minha filha, eu vejo um monte de gente observando”, declarou.

A síndica, que se identificou apenas como Nalva, está satisfeita com os painéis. “Já estou pensando em convidá-los para fazer mais um trabalho para a gente.”

veja também