MENU

Novo prefeito de Campinas quer estabelecer boa relação com Câmara

Novo prefeito de Campinas quer estabelecer boa relação com Câmara

Atualizado: Sexta-feira, 26 Agosto de 2011 as 12:01

Apesar de os vereadores terem aprovado o seu afastamento, o novo prefeito de Campinas, Demétrio Vilagra (PT), que conseguiu uma liminar que o mantém no cargo como chefe do Executivo, disse nesta sexta-feira (26) que a crise com o Legislativo é “página virada”. Ele acredita que é possível estabelecer uma boa relação com os vereadores. Nesta quinta (25), Vilagra obteve uma liminar na Justiça que suspendeu a decisão da Câmara Municipal de tirá-lo do cargo temporariamente e de criar uma comissão processante para investigá-lo na Casa. As duas medidas foram aprovadas pelos vereadores na quarta-feira (24).

“Isso já é página virada. Não podemos ficar nessa crise. Acho que podemos e devemos restabelecer uma relação boa e manter um diálogo em todos os momentos. Estou trabalhando. Temos poucos meses no poder. Eu pedi um voto de confiança para o povo de Campinas para que possamos em 2012 entregar para o novo prefeito todos os serviços em funcionamento”, afirmou ao G1 . O presidente da Câmara, Pedro Serafim (PDT), entretanto, garantiu que entrará com um recurso para tentar derrubar a liminar da 1ª Vara da Fazenda Pública de manter Vilagra no cargo.

  Vilagra, que era vice de Hélio de Oliveira Santos (PDT), tomou posse na terça-feira (23). Logo após a sua posse, o vereador Valdir Terrazan (PSDB) entrou com pedidos de abertura de uma comissão processante e um pedido de afastamento imediato, alegando que Vilagra era investigado pelo Ministério Público no escândalo de corrupção que acabou por afastar Santos. Com o afastamento aprovado, o presidente da Câmara deveria assumir o cargo nesta sexta-feira.

O novo prefeito de Campinas acredita que o presidente da Câmara não irá colocar obstáculos à sua administração. “Ele ocupa um cargo importante e sabe das suas responsabilidades. Ele não vai colocar um obstáculo para que tenhamos uma boa relação”, declarou Vilagra. Serafim, entretanto, afirma que, caso a Justiça decida manter Vilagra no cargo, adotará uma postura de imparcialidade.

Presidente da Câmara afirma que entrará com

recurso para derrubar liminar que mantém Vilagra

no cargo (Foto: Letícia Macedo/G1)

  “Como presidente da Câmara eu vou me portar de maneira imparcial e colocarei os projetos na pauta. A articulação política com os vereadores vai depender dele. Trabalharei sempre em benefício da cidade”, disse Serafim ao G1 nesta manhã.

No entanto, os vereadores elaboram nesta sexta-feira um recurso para tentar derrubar a liminar da Justiça. De acordo com Serafim, a liminar impede que a Casa cumpra o dever de fiscalizar. Segundo ele, a comissão processante é um instrumento de fiscalização e não pressupõe que Vilagra seja culpado. “Ela poderia acatar ou arquivar o processo", declarou. "Vereadores devem recorrer às instâncias superiores para garantir o direito de manter a comissão", segundo Serafim.          

veja também