MENU

Novo presidente da Câmara do DF avalia reconvocar deputados afastados pela Justiça

Novo presidente da Câmara do DF avalia reconvocar deputados afastados pela Justiça

Atualizado: Quarta-feira, 3 Fevereiro de 2010 as 12

O primeiro do ato do novo presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, deputado Wilson Lima (PR), foi reunir a Mesa Diretora para discutir se a Casa recorre da decisão judicial que determinou a convocação de oito suplentes para participarem da análise dos pedidos de impeachment contra José Roberto Arruda (sem partido).

Antes de ser eleito, Lima já teria sinalizado a pretensão de recorrer da determinação da Justiça, que afastou os oito deputados titulares suspeitos de serem beneficiários do suposto esquema de propina dentro do governo do Distrito Federal. Agora, como presidente, afirmou que tomará as decisões em conjunto com outros parlamentares

"Vou dividir o trabalho com a Mesa Diretora, porque eles ajudaram a construir a candidatura para que eu chegasse hoje à presidência dessa Casa", disse aos jornalistas, após assumir o cargo, em substituição a Leonardo Prudente (sem partido), que deixou o posto e é um dos envolvidos no esquema.

Lima, que integra a base de apoio ao governador José Roberto Arruda (sem partido), evitou falar que é um aliado do governador, apontado pelas investigações da Polícia Federal como o chefe do esquema. Ao ser questionado se a favor dos pedidos de impeachment, o novo presidente limitou-se a dizer que vai conduzir os trabalhos da Casa com "imparcialidade" e "transparência".  

"A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) vai analisar [os pedidos de impeachment]. A decisão que tomarem vou acatar", afirmou à imprensa.

Por: Carolina Pimentel

veja também