MENU

Números de bilheterias podem criar falsas estimativas

Números de bilheterias podem criar falsas estimativas

Atualizado: Quarta-feira, 13 Janeiro de 2010 as 12

Foi anunciado na última semana que Avatar conseguiu, em pouco mais de 20 dias, tornar-se o segundo filme mais bem-sucedido da história, com uma bilheteria acumulada de US$ 1,3 bilhão. Mas será mesmo que a superprodução de James Cameron é, de fato, tudo isso? Segundo o site Cinematical, o filme não chega nem perto de ser um dos mais assistidos do mundo.

Para fazer essa contagem é preciso que o mercado americano mude seu medidor. Resumindo: deixar de considerar os lucros e fazer a contagem a partir do número de espectadores.

Ao longo dos anos, a inflação levou o dólar - e mesmo em cenário nacional, o real - às alturas. É só pensar: quanto você pagava numa lata de refrigerante há cinco anos e quanto paga hoje? O mesmo acontece com o cinema. Em 1939, época que E O Vento Levou... estreou, por exemplo, os ingressos dos cinemas custavam cerca de 9 centavos de dólar. Hoje, nos Estados Unidos, custam de US$ 3 a US$ 22.

Recentemente, o Box Office Mojo fez um ranking dos filmes mais bem-sucedidos em solo americano a partir do número de espectadores. E pela nossa surpresa, Titanic, oficialmente o recordista, com bilheteria de US$ 600 milhões, aparece em sexto lugar.

Seguindo a lógica do número de espectadores e considerando a inflação, E o Vento Levou... é o grande campeão, com um público estimado de 202 milhões de pessoas.

Antes de Titanic, aparecem ainda Guerra nas Estrelas, A Noviça Rebelde, ET - O Extraterrestre e Os Dez Mandamentos . Analisando desse ponto de vista, Avatar ainda está na 57ª posição e precisa comer "muito arroz e feijão" para alcançar o feito dos grandes clássicos da era de ouro de Hollywood.

veja também