MENU

OAB acusa Jucá de "chantagem" para adiar Ficha Limpa

OAB acusa Jucá de "chantagem" para adiar Ficha Limpa

Atualizado: Quinta-feira, 13 Maio de 2010 as 4:30

O presidente nacional da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Ophir Cavalcante, afirmou nesta quinta-feira (13) que o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-PR), usa de artimanhas para adiar a votação do projeto Ficha Limpa. Ophir acusou Jucá de ''chantagem'' por não ver como prioritário o projeto que veta a candidatura de políticos condenados em segunda instância (quando mais de um juiz toma a decisão).

- É uma chantagem política com a sociedade. Uma coisa são os projetos de interesse do governo. Outra são os projetos de interesse da sociedade, que se sobrepõem ao governo.

Procurada pelo R7, a assessoria informou que Jucá não poderia falar com a reportagem porque estava em viagem a Boa Vista, sua base eleitoral.

Ontem, Jucá descartou votar o projeto às pressas. O votação da proposta foi concluída na noite de terça (11) pela Câmara dos Deputados e, a partir de agora, será analisada pelo Senado, antes de seguir para sanção presidencial.

O presidente da OAB afirmou hoje que Jucá mostrou que o governo não está unido para aprovar o Ficha Limpa.

- Na Câmara dos Deputados, onde o projeto já foi aprovado, o mesmo governo foi peremptório ao garantir que a votação do Ficha Limpa era uma prioridade. Quando a matéria chega ao Senado nos deparamos com uma nova orientação. Será que este um pensamento pessoal do senador Romero Jucá ou o entendimento do governo?

Para valer este ano, o texto ainda precisa ser votado pelo Plenário do Senado, e ser sancionado pelo presidente Luiz Inácio do Silva até junho.

veja também