MENU

Obra é interditada e operários protestam após 9 mortes na Bahia

Obra é interditada e operários protestam após 9 mortes na Bahia

Atualizado: Quarta-feira, 10 Agosto de 2011 as 8:44

A prefeitura de Salvador interditou por tempo indeterminado a construção do edifício Empresarial Paulo VI, na Avenida ACM, em Salvador, onde nove trabalhadores morreram após a queda de um elevador na última terça-feira (9). As obras devem permanecer paradas até que as causas do acidente sejam esclarecidas.

Trabalhadores da construção civil começaram a se reunir por volta das 7h desta quarta-feira (10) em frente ao canteiro de obras de um empreendimento na Avenida Paralela, em Salvador. Sindicalistas da categoria estão visitando canteiros de obras para mobilizar centenas de operários para comparecerem ao sepultamento dos nove trabalhadores.

“Estamos com um carro de som passando por alguns canteiros de obras para sensibilizar os trabalhadores. Queremos que encostem suas ferramentas. Hoje é um dia de sentimentos”, observa José Ribeiro, presidente do Sintracom-BA (Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção e da Madeira da Bahia).     Sepultamentos

Quatro dos trabalhadores serão enterrados em Salvador e cinco no interior do estado. A primeira cerimônia de sepultamento será de José Roque dos Santos e Lourival Ferreira, às 11h, no cemitério Bosque da Paz, no bairro de Nova Brasília, em Salvador. No mesmo cemitério, Antônio Elias será enterrado às 14h. Já o trabalhador Hélio Sampaio será sepultado às 15h, no cemitério Campo Santo, no bairro Alto das Pombas.

No interior do estado, Jairo de Almeida será enterrado na cidade de Irará, Antônio Reis do Carmo em Nazaré, Antônio Luís Alves em Conceição do Jacuípe e Martinho Fernandes em Conceição de Feira.

O presidente do Sintracom-BA comenta que a pauta de reivindicação da categoria nesta quarta-feira se resume à questão da segurança. “Posteriormente discutiremos outros aspectos, agora nossa mobilização é pelos nove pais de família que se foram", diz José Ribeiro.          

veja também