MENU

Obra em Congonhas deve diminuir filas de embarque

Obra em Congonhas deve diminuir filas de embarque

Atualizado: Terça-feira, 26 Julho de 2011 as 11:55

Aeroporto conta agora com um acesso aos portões

de embarque remoto (Foto: Glauco Araújo/g1)   Depois de cinco anos sem reforma na área de embarque, o Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, inaugurou sua primeira obra para minimizar parte das filas: um acesso aos portões de embarque remoto. Enfrentando alguns minutos a menos de espera, metade dos 1,6 mil passageiros por hora de Congonhas agora embarca pelo térreo, atrás das escadas rolantes.

A medida foi tomada após a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) registrar, no dia 15 de julho, movimento recorde no aeroporto: 33 mil passageiros em um dia - o normal são 22 mil pessoas. O número é atípico porque o mês de julho, até então, era considerado "fraco" para Congonhas, um aeroporto essencialmente usado por executivos.     Anteriormente, os portões de embarque remoto - quando é preciso pegar ônibus até o avião - eram alcançados por uma escada ou elevador no primeiro andar. O processo de embarque ficou mais rápido porque, além de já embarcar no térreo, os passageiros se dividem na hora de passar pelas máquinas de raio X - são seis no primeiro andar e mais quatro no térreo. Os quatro novos aparelhos começaram a operar nesta segunda-feira (25).          

veja também