Ocupação estima apreensão em 40t de maconha e 20 presos

Ocupação estima apreensão em 40t de maconha e 20 presos

Atualizado: Domingo, 28 Novembro de 2010 as 9:38

Balanço da Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro divulgado pouco depois das 20h aponta que apenas neste domingo (28) foram presas 20 pessoas e apreendidas 40 toneladas de maconha no Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte. O número diz respeito a ações feitas por todas as forças de segurança envolvidas na operação - polícias Civil, Militar, Federal e o Exército. A secretaria diz, ainda, que foram localizados 50 fuzis e grande quantidade de cocaína, que até esta noite não tinha sido pesada.

Só a Polícia Civil calcula ter localizado 13 toneladas do total apreendido no Alemão até esta noite. Pelos números da Polícia Civil, há ainda a localização de 200 kg de cocaína, 10 kg de crack, cerca de 500 frascos de lança-perfume, 10 mil munições de vários calibres e 50 coletes.

Para o 16º BPM, em Olaria, responsável pelo patrulhamento da área, foram levados os objetos tirados da favela por policiais militares. Entre o armamento levado para o Batalhão em Olaria há pelo menos 20 fuzis, seis submetralhadoras, quatro espingardas, quatro metralhadoras calibre ponto 30, quatro carabinas calibre 12, 9 pistolas, um revólver, oito granadas de mão e 13 granadas de bocal, que podem ser acopladas ao fuzil para o lançamento.

Participaram da operação na favela 2.700 homens. Em entrevista nesta noite, o secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, afirmou que "o Alemão era o coração do mal ".

Drogas e armas apreendidas que chegaram à

Core (Foto: Lívia Torres/G1)   150 kg de cocaína

Parte das drogas e armas apreendidas no Alemão foi levada para a Coordendoria de Recursos Especiais (Core), a tropa de elite da Polícia Civil. Entre o material, há 150 kg de cocaína, três toneladas de maconha, 500 frascos de lança-perfume e de 8 a 10kg de crack. Outras seis toneladas também vão ser levadas para a Core ainda neste domingo.

Segundo a Core, a cocaína foi avaliada em R$ 500 mil.

Além disso, os policiais militares de diferentes batalhões disseram ter apreendido cinco prensas para prensar maconha, uma máquina de corte para cortar a maconha em tablete, uma máquina para embalar a droga a vácuo, dois liquidificadores industriais, usados na mistura da cocaína, 20 coletes à prova de bala e rádios. Havia também maconha, cocaína e crack e munições de diversos calibres.

A Companhia de Cães da Polícia Militar participou de algumas ações no morro e, dentro de um bueiro, os cachorros acharam 4.200 munições, dois fuzis calibre 762, 9 pistolas e 1 granada de bocal. Ali perto, também acharam uma submetralhadora, 970 sacolés de cocaína, material de embalo de droga, 100 carregadores de fuzil e 20 de pistola.

Motos

Aproximadamente 50 motos apreendidas na operação já foram transportadas ao 16º BPM (Olaria) na tarde deste domingo. Os veículos foram encontrados em diversos pontos da região. Um reboque do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi acionado para levar as motos ao Batalhão.

Mortos

Três pessoas chegaram mortas no Hospital Getúlio Vargas , na Penha, após os conflitos no Alemão. Um dos mortos foi ferido durante uma troca de tiros com a polícia por volta das 11h40. Os outros dois chegaram ao hospital durante a tarde. A informação é da Secretaria estadual de Saúde.     Do G1 RJ

veja também