Onda de ataques chega a Cabo Frio e um carro é incendiado, diz PM

Onda de ataques chega a Cabo Frio e um carro é incendiado, diz PM

Atualizado: Quarta-feira, 24 Novembro de 2010 as 4:44

A onda de ataques que atinge o Rio desde o início da semana chegou a Cabo Frio, na Região dos Lagos. A Polícia Militar confirmou que um carro foi incendiado na Praia do Forte, região nobre da cidade, na tarde desta quarta-feira (24). Ainda segundo a PM, houve tentativa de incêndio em outros dois carros na cidade, mas, com a chegada da polícia ao local, os criminosos fugiram. Não houve feridos.

O corpo de bombeiros de Cabo Frio confirmou que foi acionado para as ocorrências.

Ataque no Jardim América

Pelo menos dois criminosos atiraram contra um Posto de Policiamento Comunitário (PPC) em Jardim América, no subúrbio do Rio, na tarde desta quarta-feira (24). Segundo informações da assessoria da Polícia Militar, no local havia três agentes. Ninguém ficou ferido. Os suspeitos, que estavam num carro, já chegaram atirando e fugiram em seguida.

De acordo com a polícia, o posto fica próximo à Favela Furquim Mendes, na Estrada de Vigário Geral, onde um carro foi incendiado . Os criminosos conseguiram fugir. Ainda segundo a polícia, não há confirmação se o incêndio criminoso. Com este caso, a polícia contabiliza cinco ônibus, uma van e 13 carros incendiados nesta quarta.

Foram registrados pelo menos 15 ataques desde a noite de terça-feira (23) até a manhã desta quarta, no Rio e Grande Rio. Segundo a polícia, pelo menos cinco ônibus, 12 carros e uma van foram incendidados.   Doze mortos em operações

Chega a pelo menos a 12 o número de mortos em operações da Polícia Militar no Rio e na Baixada Fluminense. O objetivo das ações é buscar suspeitos envolvidos nos ataques que ocorreram desde domingo (21). As informações foram divulgadas no último balanço oficial que a Polícia Militar, divulgado às 15h30.   Segundo informações do 4º BPM (São Cristóvão), um suspeito de tráfico foi baleado e morreu durante um tiroteio no Morro do Tuiti, em São Cristóvão, na Zona Norte da cidade.

De acordo com a Polícia Militar, nas comunidades de Guaxá e Jardim Floresta, ambas área do batalhão de Belford Roxo, oito pessoas foram mortas.

Na comunidade do Faz Quem Quer, área do batalhão de Rocha Miranda, outras três pessoas morreram.

Na Vila Kennedy, na Zona Oeste do Rio, a Polícia Militar prendeu um homem de 23 anos, que portava duas bombas caseiras, uma granada e gasolina. O suspeito foi encaminhado para a 34° DP (Bangu). Nesta ação, uma moto roubada foi recuperada.    

veja também