MENU

Operação contra caça-níqueis prende 5 e apreende 140 máquinas no Rio

Operação contra caça-níqueis prende 5 e apreende 140 máquinas no Rio

Atualizado: Quinta-feira, 24 Fevereiro de 2011 as 3:40

Pelo menos cinco pessoas foram presas e 140 máquinas caça-níqueis foram apreendidas, nesta quinta-feira (24), durante a operação Estrangulamento II da Polícia Federal e da Coordenadoria de Inteligência da Polícia Militar, no entorno da Rodoviária da Pavuna, no subúrbio do Rio. As informações são da Polícia Federal.

A ação tem como objetivo recolher máquinas caça-níqueis e prender envolvidos com o jogo ilegal. Mais cedo, um policial militar também foi preso por exploração de máquinas. " O policial foi preso em flagrante, ao tentar avisar aos comerciantes sobre a operação", explicou o chefe de operações da Coordenadoria de Inteligência da Polícia Militar, tenente Daniel Neves.

De acordo com o delegado responsável pela ação, Marcelo Daemon, os presos foram levados pra a Superintendência da Polícia Federal, na Praça Mauá, na Zona Portuária da cidade. A operação, que começou às 10h30, ainda está em andamento. Na semana passada, a primeira etapa da operação aconteceu em Cascadura, também no subúrbio. Pelo menos 131 máquinas caça-níqueis foram apreendidas, 20 pessoas foram detidas e cinco suspeitos foram presos.

100 mil CDs em fábrica de mídias piratas

Na manhã desta quinta-feira (24), agentes da Coordenadoria de Inteligência da Polícia Militar encontraram uma fábrica de CDs piratas na Rua Abdala Nadja, na Pavuna, subúrbio do Rio. No local foram apreendidas cerca de 100 mil mídias clandestinas, além de máquinas utilizadas para a gravação dos CDs.    

veja também