MENU

Operação contra desvio de remédios prende 12 em SP e no Rio

Operação contra desvio de remédios prende 12 em SP e no Rio

Atualizado: Quinta-feira, 2 Fevereiro de 2012 as 11:55

A operação conjunta entre Polícia Civil, Ministério Público, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em São Paulo, e Corregedoria Geral da Administração realizada nesta quinta-feira (2) prendeu 12 pessoas – 11 em São Paulo e uma no Rio de Janeiro. Os presos são suspeitos de desviar medicamentos de alto custo de hospitais públicos e particulares de São Paulo. Além da capital paulista, o grupo também atuava no litoral paulista, em Praia Grande, e no Rio de Janeiro.

Entre os detidos está uma servidora do Hospital Brigadeiro, em São Paulo, de acordo com o Ministério Público. Todos os 12 mandados de prisão expedidos foram cumpridos pela Operação Medula 3, assim como 16 mandados de busca e apreensão. O esquema era investigado havia seis meses.

Segundo as investigações, os remédios eram desviados das instituições com a ajuda de funcionários públicos. Os medicamentos eram revendidos para farmácias e distribuidoras. Alguns mandados de busca foram cumpridos nesses estabelecimentos.

Ainda de acordo com o Ministério Público, nas farmácias e distribuidoras foram apreendidos vários medicamentos controlados de alto custo, usados no tratamento oncológico. Um dos remédiso, por exemplo, custa R$ 8 mil e era vendido a R$ 1,8 mil.

Diversos veículos também foram apreendidos – o número não foi informado. A quadrilha causou um prejuízo de pelo menos R$ 10 milhões aos cofres públicos em 2011.

Entre os hospitais que eram alvo da quadrilha estão o Hospital Brigadeiro, o Instituto Brasileiro de Combate ao Câncer (IBCC) e o Hospital Samaritano.
Segundo as investigações, a quadrilha era comandada dentro de um presídio por um preso condenado em 2009 por desvio de remédios.

veja também