MENU

Operação contra milícia prende 5 no Rio

Operação contra milícia prende 5 no Rio

Atualizado: Terça-feira, 17 Abril de 2012 as 11:26

Cinco pessoas foram presas, até as 8h10 desta terça-feira (17), numa operação contra suspeitos de pertencer a uma milícia na localidade de Fragoso, emMagé, na Baixada Fluminense. As informações são do Ministério Público do estado do Rio (MP-RJ). A polícia é suspeita de cometer seis assassinatos, além de explorar transporte irregular.

Segundo o MP, a Operação Roma tem o objetivo de cumprir sete mandados de prisão preventiva e dez de busca e apreensão expedidos pelo Tribunal de Júri de Magé. Entre os procurados há um policial militar, apontado pela MP como o chefe da milícia.

Os suspeitos foram denunciados pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MP, por homicídios qualificados por motivo torpe, fútil e com impossibilidade de defesa da vítima. A operação conta com o apoio da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco-IE).

A investigação começou a partir de denúncias de crimes registrados em Magé. Em um dos crimes cometidos pelo grupo, o PM e outros dois comparsas mataram um jovem em 2009, em frente à casa da vítima, na Rua do Cruzeiro, na localidade de Fragoso.

“Na ocasião agiram os denunciados em atividade típica de grupo de extermínio, e movidos por finalidade torpe, a saber, para satisfazer projeto de poder paralelo e influência política naquela área, localidade onde os denunciados agiam para implantar organização violenta, nos moldes de uma milícia armada, matando aqueles que pudessem representar ameaça aos fins do grupo ou aqueles cuja morte lhes fosse proveitosa, como o caso da vítima”, relata a denúncia do MP.

Em outro crime, um dos denunciados também é acusado de matar um homem, em 2007, depois que a vítima pediu ao criminoso que parasse atirar para o alto, segundo a denúncia.

veja também