MENU

Operação de combate a pirataria termina com pelo menos 27 presos

Operação de combate a pirataria termina com pelo menos 27 presos

Atualizado: Quarta-feira, 9 Junho de 2010 as 10:35

A ação de combate à pirataria, iniciada na manhã desta terça-feira, em todo o estado, acabou com uma grande quantidade de materiais apreendidos e com pelo menos 27 pessoas presas. Participaram da operação o Ministério Público de Minas Gerais, a Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (PBH), as Polícias Federal, Rodoviária Federal, Militar e Civil e receitas Federal e Estadual.

Em Contagem, segundo o Capitão Ubiratã Veríssimo do Rosário, a polícia visitou muitos boxes onde produtos pirateados eram vendidos. Os materiais foram recolhidos e embalados em grandes pacotes. No fim do dia, os militares encaminharam para a Receita Estadual relógios, óculos e produtos eletrônicos contrabandeados. Para a Polícia Civil foram enviados 125 pacotes contendo CD's e DVD's e sob responsabilidade da Polícia Federal ficaram os cigarros apreendidos.

Segundo o capitão, esta ação é uma continuidade à operação que aconteceu, no dia 30 de maio, na Feira conhecida como "Toshiba" , em Contagem. Depois da fiscalização na feira foi feito um monitoramento na cidade observando que a prática de pirataria e contrabando continuava. A Polícia Militar (PM) aproveitou esta ação conjunta para combater os crimes.

A polícia não divulgou o número de pessoas presas, em Contagem, mas os donos das mercadorias foram chamados para prestar esclarecimentos em várias delegacias.

Região Leste de BH

Na região do 16º Batalhão da PM foram presas 13 pessoas e apreendidos aproximadamente 50 mil CD's e DVD's. Os militares atuaram nos bairros da Região Leste. As maiores apreensões aconteceram no Jardim Vitória, Nazaré e Horto.  

As mercadorias foram encaminhadas para o depósito da Prefeitura de Belo Horizonte

Interior

A mesma operação em Uberaba resultou em 14 pessoas presas e 35,7 mil CD's e DVD's apreendidos.

veja também