MENU

Operação é deflagrada dentro de carceragem no RJ, diz MP

Operação é deflagrada dentro de carceragem no RJ, diz MP

Atualizado: Segunda-feira, 7 Fevereiro de 2011 as 3:42

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Rio (Gaeco), a 1ª Promotoria de Justiça de Araruama e a Corregedoria Geral Unificada da Polícia Civil, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar deflagraram, nesta segunda-feira (7), a Operação Grades Limpas, para desarticular uma quadrilha que seria formada por policiais e presos custodiados na carceragem da Polinter em Araruama, na Região dos Lagos. As informações são do MP-RJ.

Segundo o PM, foram expedidos pela Vara Criminal de Araruama 11 mandados de prisão temporária em pelo menos três municípios do estado, contra três policiais civis responsáveis pela carceragem e oito presos envolvidos em um suposto esquema de cobranças de dinheiro em troca de regalias. Segundo as primeiras informações, dez mandados já teriam sido cumpridos.

Um procedimento investigativo da 1ª Promotoria de Justiça de Araruama apura informações de que os policiais "negociavam" vantagens como quentinha, rede, visita íntima, ligações telefônicas, dentre outros, informou o MP. De acordo com informações recebidas pelo MP-RJ, os presos que denunciam o esquema são violentamente agredidos ou transferidos para outra unidade.

O MP-RJ informou ainda que foi cumprido um mandado de busca e apreensão dentro da carceragem, em Araruama. No local, foram encontrados eletroeletrônicos, aparelho de ar-condicionado, dinheiro e drogas.

veja também