MENU

Operação policial apreende mais de 200 mil pés de maconha na Bahia

Operação policial apreende mais de 200 mil pés de maconha na Bahia

Atualizado: Quarta-feira, 20 Julho de 2011 as 4:45

Segundo a polícia, terreno estava dividido em três roças (Foto: Renato Sampaio e João Batista / TV Indoor)    

Uma operação policial iniciada na manhã de terça-feira (19) resultou na apreensão de mais de 200 mil pés de maconha na região de Irecê, no norte da Bahia.

Desarticular o cultivo da maconha foi o foco da Polícia

Civil este mês  (Foto: Renato Sampaio e João Batista/

TV Indoor)

  Segundo a delegada e coordenadora regional da Polícia Civil de Irecê, Clécia Vasconcelos, o foco das ações da polícia civil neste mês de julho foi o combate ao cultivo da maconha na região. "Intensificamos as ações para coibir além do tráfico, a produção da droga. Somente este mês já apreendemos em parceria com a Polícia Militar cerca de 600 quilos de maconha, com a prisão de seis suspeitos. Com esta última ação chegamos a quase quatro toneladas de maconha apreendida no total", conta a delegada.   Vasconcelos relata que a partir das prisões feitas e de denúncias da população foi possível localizar na terça-feira a propriedade no distrito de Algodão, a 40 Km de Irecê. Ainda de acordo com as informações da delegada, a estrutura do local chamava a atenção pela estrutura de segurança e sistema de irrigação. "Trata-se de uma propriedade no meio da Caatinga com cercado novo e estrutura de irrigação. Logo na entrada da fazenda havia plantações de hortaliças, como coentro, cebolinha e couve para disfarçar. Como nós tínhamos a denúncia da plantação da droga, adentramos o terreno, seguindo a tubulação de irrigação", relata Vasconcelos.

Expectativa é de que até o fim do dia  toda a plantação

seja incinerada (Foto: Renato Sampaio e João Batista/

TV Indoor)

  O terreno possuía três roças. Até o início da tarde desta quarta-feira (20), a roça menor já havia sido totalmente incinerada. A expectativa é de que até o fim do dia toda a plantação seja incinerada.

Ninguém foi preso na ação, mas a polícia suspeita que cerca de 30 pessoas estivessem envolvidas no cultivo. "A logística do local indicava que havia uma quantidade grande de pessoas. Havia alojamentos, com muitos mantimentos. Certamente um 'olheiro' avisou o grupo de que estávamos lá. Chegamos a ver alguns homens correndo", explica Vasconcelos. 

Quase quatro toneladas de maconha já foram apreendidas (Foto: Renato Sampaio e João Batista / TV Indoor)          

veja também