MENU

Operação R$ 1,99 reprova 30% dos produtos examinados em SP

Operação R$ 1,99 reprova 30% dos produtos examinados em SP

Atualizado: Quinta-feira, 29 Julho de 2010 as 9:46

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP) reprovou 30,38% dos 79 lotes analisados nesta quarta-feira (28) dentro da Operação R$ 1,99. O alvo da ação foram os produtos de baixo valor, como detergente, sabão em pó, papel higiênico e papel toalha. Além destes, também foram analisados itens alimentícios, como biscoitos, salgadinhos, chá e pão de mel.

Segundo o Ipem-SP, os produtos reprovados apresentavam erro quantitativo, ou seja, não tinham o mesmo peso anunciado na embalagem. Além da capital paulista, a fiscalização foi realizada simultaneamente nas cidades de Bauru, Campinas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São Carlos, São José do Rio Preto e São José dos Campos. De acordo com o Ipem-SP, em caso de irregularidades, o fabricante do produto é autuado e tem dez dias para se defender junto à Procuradoria Jurídica do Ipem-SP. A multa pode variar de R$ 100 a R$ 50 mil, dobrando na reincidência.

veja também