Paineira centenária é derrubada para dar lugar a supermercado em SP

Paineira centenária é derrubada para dar lugar a supermercado em SP

Atualizado: Sexta-feira, 3 Setembro de 2010 as 8:21

Mesmo após protestos de moradores e ambientalistas, uma paineira centenária foi derrubada, na tarde de quarta-feira (1º), em Jaboticabal, a 344 km de São Paulo. A árvore estava em uma área onde está sendo construído um supermercado.

Vários tratores do tipo pás-carregadeiras ficaram por mais de uma hora tentando derrubar a paineira que, segundo o biólogo João Teixeira Neto, podia ter até 120 anos. Houve protestos de alguns moradores e a Polícia Militar foi chamada para garantir a retirada da árvore.

Na última semana, o advogado Flávio de Carvalho entrou com o pedido de medida liminar na Justiça para preservar a árvore, mas a ação foi negada.

A polêmica começou na primeira quinzena de agosto, após a professora Floripes da Silva, que faz parte do Conselho Municipal do Meio Ambiente (Comdema), tomar conhecimento da derrubada da árvore. Ela diz que o conselho não foi consultado sobre a ação.

O caso motivou ativistas do meio ambiente e representantes de ONGs a lutar pela preservação da paineira. Eles coletaram assinaturas e entregaram o abaixo-assinado ao Ministério Público, mas, no fim de semana, o Conselho Municipal do Meio Ambiente votou a favor da retirada da paineira.

O promotor responsável pelo caso, Hamilton Lizzi, firmou um termo de ajustamento de conduta entre prefeitura e os donos da área. Pelo acordo, a empresa responsável pela obra é obrigada a plantar 1,7 mil árvores para compensar a retirada da paineira. Segundo a Prefeitura de Jaboticabal, foram definidas três áreas para receber as plantas, somando 10 mil metros quadrados, que serão transformados em praças.

"Eles (do supermercado) deverão manter essas arvores por três anos, até que tenham total desenvolvimento e, no local da obra, terão que plantar árvores para o total calçamento da área", afirmou o promotor.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também