MENU

Pais desconfiam que criança morta em creche de SP tenha engasgado

Pais desconfiam que criança morta em creche de SP tenha engasgado

Atualizado: Sexta-feira, 14 Maio de 2010 as 8:58

Os pais do bebê de sete meses que morreu na manhã desta quinta-feira (13) em uma creche no Butantã, na Zona Oeste de São Paulo, desconfiam que a criança (uma menina) tenha morrido engasgada após ser colocada para dormir. Eles chegaram a receber um telefonema dizendo que ela estava passando mal. Quando chegaram no local, ela já estava morta.

O bebê morreu na creche do Centro Educacional Unificado do Butantã. Na polícia, as professoras disseram que a criança foi alimentada e colocada para dormir, mas não acordou mais. No boletim de ocorrência consta que o bebê teve um mal súbito e os lábios estavam roxos.

Robison Máximo Penha, pai da menina, diz que as professoras não desconfiaram que ela estava morta. "Viram ela dormindo e só foram desconfiar quando ela já estava morta", diz.

Em nota, a Diretoria Regional de Educação do Butantã afirma que lamenta a morte da criança. E informa que além de mobilizar os Bombeiros, o Samu e a Polícia, iniciou a apuração dos fatos e está prestando assistência à família.

veja também