MENU

'País tem segurança para grandes eventos', diz secretário federal

'País tem segurança para grandes eventos', diz secretário federal

Atualizado: Segunda-feira, 10 Outubro de 2011 as 12:14

Márcio Fortes, autoridade pública olímpica;

Antenor Barros Leal, presidente da ACRJ;

José Eduardo Martins Cardozo, ministro da Justiça;

e Francisco Horta, presidente do Conselho de

Segurança Pública da ACRJ (Foto: Lilian Quaino/G1)

  O secretário extraodinário de Segurança do governo federal para Grandes Eventos, Ricardo Botelho, disse que o país está preparado e sabe fazer grandes eventos, pois tem experiência no assunto. Botelho falou durante a abertura do seminário de segurança pública, no Centro do Rio, promovido pela Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), na manhã desta segunda-feira (10).

Ele disse que já foi requisitado aos órgãos de segurança de outros países listas de nomes de  conhecidos "trouble makers", ou seja, "causadores de problemas".

"Não queremos hooligans nem pedófilos aqui", enfatizou.

Botelho explicou que a segurança dos grandes eventos que estão marcados para o Rio foi planejada na área da seguraça no exterior, no controle de fronteiras, portos e aeroportos e na estabilidade interna.

Botelho ressaltou ainda a necessidade de uma unificação de procedimentos na área de segurança de grandes eventos.

"O homem do Nordeste deve trabalhar da mesma forma que o homem do Sul", disse ele, explicando que a Secretaria Extraordinária de Segurança Pública (Sesge) coordenará as ações entre órgãos federais e locais.

O ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo, que abriu o evento, disse que Segurança Pública é um desafio no Brasil, seja no cotidiano do cidadão ou nos grandes eventos.

"Sem uma reflexão entre agentes públicos e a iniciativa privada não conseguiremos vencer esse desafio".          

veja também