Para Chinaglia, tensão entre base e governo é 'normal'

Tensão entre base e governo é 'normal'

Atualizado: Quarta-feira, 14 Março de 2012 as 2:38

O novo líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), negou nesta quarta-feira (14) que haja crise entre a base aliada do Congresso e o governo da presidente da República, Dilma Rousseff. O petista foi escolhido nesta terça-feira por Dilma para substituir o ex-líder, Cândido Vaccarezza, após uma série de insatisfações na base aliada. 

Segundo Chinaglia, a tensão sempre existiu e é bom que exista. "Eu não estou vendo crise, sinceramente. A tensão é normal", disse o novo líder, após participar da cerimônia de posse do novo ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, que substituiu Afonso Florence no cargo.

O deputado disse ainda que não vê uma rebelião na base aliada e que, em qualquer partido, há sempre alguém insatisfeito.

"Eu não trabalho com a hipótese da base rebelada. [...] Eventualmente, eu estarei insatisfeito. Isso faz parte. Então, eu tenho de trabalhar os grandes temas e digo, compondo os partidos da base. Até onde o próprio líder Vaccarezza me informou, o líder do PT, o líder do PMDB, as coisas estão bem arrumadas", declarou.

Chinaglia disse que recebeu "com muita satisfação" manifestações de líderes da oposição. "Ontem, inclusive em plenário, recebi com muita satisfação manifestações até de líder da oposição entendendo que eu possa jogar um papel ali adequado."

O novo líder afirmou ainda que solicitou uma audiência ao vice-presidente Michel Temer devido à "importância" do peemebedista. "Ele [Temer] me cumprimentou, me parabenizou. Eu aproveitei para pedir uma audiência com ele referente a importância que ele tem. Não só como vice-presidente, mas no processo político nacional."

Na Câmara, mais de 50% dos deputados do PMDB, recebidos pelo vice-presidente, assinaram manifesto no qual se dizem excluídos das decisões políticas do governo federal. Por causa da troca na liderança da Câmara, a votação do Código Florestal deve ficar para a próxima semana.

veja também