MENU

Para Sandy, sexo não é só para multiplicação

Para Sandy, sexo não é só para multiplicação

Atualizado: Quarta-feira, 28 Abril de 2010 as 12

No title Acabou a expectativa. Depois de dois anos do fim de Sandy & Junior, a menina, agora casada e "mãe", lança seu tão esperado CD solo, "Manuscrito". Conforme prometido, todas as 13 faixas são assinadas por Sandy Leah. Com isso ela tenta deixar o passado para trás, mostrar um pouco mais dos seus sentimentos e dar um novo rumo à carreira. Não necessariamente de sucesso.

"Pode parecer um pouco egoísta, mas o objetivo deste trabalho é fazer um disco para mim. Depois de todos estes anos eu mereço", diz Sandy num documentário contido no DVD que acompanha o CD: "Com Sandy & Junior a gente tinha a pressão de vender muitos discos. Agora é diferente. Para mim era um mico cantar 'Power Rangers' e dançar daquele jeito".

Muito à vontade, Sandy, aos 27 anos, aproveitou o minidocumentário para tratar de outros assuntos, como religião:

"A minha família é católica, eu fui batizada e fiz primeira comunhão, mas não me considero católica. Não concordo com 100% do que a igreja diz. Acho que as pessoas têm que usar camisinha, sim. Se Deus deu a possibilidade de a gente ter prazer numa relação sexual é porque não é só para ter filhos".

Junior - que produz o disco ao lado do marido de Sandy, Lucas Lima - também fala no DVD:

"O trabalho é só dela (Sandy). Enquanto eu estou como produtor, ela manda em mim.

No vídeo, Sandy afirma que, como qualquer pessoa normal, não vive num mundo de sonhos.

"Tenho meus momentos de melancolia, mas não sou uma pessoa triste, necessariamente", diz a cantora, que também aparece limpando o cocô de seu 'filho', um cachorrinho: "Não basta ser mãe. Tem que participar".

veja também