MENU

Paralisação nacional de juízes do Trabalho afeta 20 mil audiências

Paralisação nacional de juízes do Trabalho afeta 20 mil audiências

Atualizado: Quarta-feira, 30 Novembro de 2011 as 3:46

Cerca de 20 mil audiências trabalhistas que estavam agendadas para esta quarta-feira (30) em todo o país terão de ser remarcadas, segundo a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra). Os juízes do Trabalho de todo o país fazem uma paralisação de um dia das suas atividades em defesa de reajuste salarial e de independência do Judiciário.

Segundo a Anamatra, apesar da paralisação, os juízes estarão nos fóruns para conversar com a população e para atender os casos urgentes. Além disso, o dia de paralisação é acompanhado por atos públicos em diversas regiões, debates e reuniões, com mobilização de cerca de 3.600 juízes do Trabalho. Os juízes ligados à Anamatra alegam que o poder de compra dos subsídios de um juiz está defasado em quase 25%. Desde 2006, diz a associação, a inflação oficial supera 32%, mas os juízes tiveram apenas uma reposição de 9%

Segundo a associação, a paralisação serve para denunciar a falta de uma política institucional que garanta a segurança para o exercício de suas funções. "Magistrados sofrem ameaças constantemente e são submetidos ao estresse de cumprir seu dever constitucional mesmo sob risco de sua segurança própria e da sua família", diz um comunicado. A anamatra ainda pede atenção para sistema de saúde para magistrados.

Segundo um comunicado da associação, a paralisação conta com a participação dos juízes federais, cuja pauta comum também prevê reajustes e mais segurança para trabalhar.      

veja também