MENU

Parâmetros que medem poluição em SP estão defasados

Parâmetros que medem poluição em SP estão defasados

Atualizado: Quinta-feira, 14 Abril de 2011 as 8:58

A poluição que a população de São Paulo respira pode estar fazendo mais mal para o organismo do que se imagina. Os parâmetros utilizados pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) foram determinados pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente em 1990, e estão defasados.

Em São Paulo, pelos padrões usados atualmente pela Cetesb, a quantidade aceitável de poeira que se pode respirar em um dia é de até 150 microgramas por metro cúbico. Pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o índice deve ser três vezes menor, de apenas 50 microgramas por metro cúbico por dia.

A atualização desses parâmetros é muito importante para que sejam tomadas medidas de prevenção e alerta à poluição. “A curto prazo você pode, em dias de alta poluição, prevenir o contato com a poluição de crianças e idosos. Mas você também pode começar a dar prioridade ao transporte coletivo ou alternativo, não poluente, como, por exemplo, a questão das bicicletas. Isso já custou a saúde e a vida de muita gente, mas é melhor tarde do que nunca”, afirma Oded Grajew, presidente da ONG Rede Nossa São Paulo.

O governo de São Paulo se comprometeu a atualizar os padrões, mas essa mudança ainda não tem data.      

veja também