MENU

Paulistanos evitam atrasos em aeroportos no feriado

Paulistanos evitam atrasos em aeroportos no feriado

Atualizado: Quinta-feira, 21 Abril de 2011 as 11:22

O principal conselho para evitar contratempos no aeroporto é claro: sair de casa mais cedo. Alguns paulistanos provaram ontem que aprenderam a lição. Até demais. No aeroporto de Congonhas, na véspera do longo feriado de Páscoa, era longa a espera pelos voos. Mas não é que eles estavam atrasados. Os passageiros é que se adiantaram demais.

O analista de sistemas Rodrigo Ronan, 34, tinha voo marcado para as 20h26 com destino a Belo Horizonte. Precavido, saiu de casa duas horas antes, pensando que enfrentaria trânsito pesado no caminho.

Mas seu trajeto do centro de São Paulo ao aeroporto durou apenas meia hora e, como ele chegou cedo demais, teve que entrar na fila para tentar antecipar seu voo. "Não pensei que isso pudesse acontecer", disse.

A analista de relações internacionais Alice Ribeiro, 29, viveu a mesma situação. Com voo marcado para as 20h, saiu de casa três horas antes para evitar trânsito e longas filas no check-in. Como não aconteceu nem uma coisa nem outra, ela teve que esperar. "Agora é aguentar esse 'chá de cadeira'".

Os atendentes das companhias aéreas confirmavam a alta demanda por antecipação de voos. "Todo mundo quer chegar antes para o feriadão", disse uma funcionária da Gol. A lista de espera para remarcação de voo era maior na ponte aérea.

Muita gente ficou confusa sobre o melhor horário para sair de casa. O médico Danilo Possidio precisava estar em Cumbica às 22h, para um voo com destino a Petrolina (PE). "Eu queria sair de casa às 17h, mas o taxista me disse que era cedo demais", conta ele, que achou melhor pegar o táxi com "apenas" duas horas de antecedência. Deu certo e o médico conseguiu embarcar sem dificuldade.

Em Cumbica, no final da noite de ontem havia longas filas para o check-in.   Folha

veja também