PC descobre uso de 'disque-ladrão' em assalto contra ex-deputado de MS

PC descobre uso de 'disque-ladrão' em assalto contra ex-deputado de MS

Atualizado: Quarta-feira, 11 Maio de 2011 as 5:24

Delegado Geraldo Barbosa recebeu denúncias sobre o assalto (Foto: Tawany Marry)

  O assalto contra o ex-deputado estadual de Mato Grosso do Sul, e coronel da Polícia Militar aposentado, José Ivan de Almeida, ocorrido em março deste ano, foi organizado a partir de um disque-ladrão. O sistema, segundo a Polícia Civil, é utilizado pelos criminosos para dificultar a prisão de todos os envolvidos no crime e o reconhecimento entre os comparsas e, principalmente, do mandante. Nesta quarta-feira (11), a polícia divulgou a detenção dos assaltantes e detalhou o caso.

O assalto aconteceu no dia 25 de março. O ex-deputado relatou à Polícia Militar que estava perto de um condomínio no Jardim São Lourenço, em Campo Grande, quando foi abordado e rendido por três homens. Almeida foi obrigado a seguir até área de matagal e foi abandonado, sozinho, no local. Os criminosos levaram a caminhonete, R$ 5,5 mil e dois aparelhos de ar condicionado que estavam no carro.

O delegado Geraldo Barbosa disse que recebeu denúncia anônima de que um rapaz de 20 anos seria um dos responsáveis pelo roubo. O suspeito foi detido em um ônibus interestadual, depois que policiais checaram que havia um mandado de prisão contra ele.

A partir desta prisão e de mais uma denúncia feita à Polícia Civil, os investigadores chegaram até outros dois suspeitos, um deles, já estava detido no presídio de Segurança Máxima desde abril por causa do roubo de outra caminhonete.

Tráfico

Barbosa disse ao G1 que a ordem de roubar a caminhonete partiu de interno de um dos presídios de Campo Grande e não havia um alvo específico. Os bandidos não sabiam que a vítima era um coronel aposentado da PM. O carro seria vendido no Paraguai e o dinheiro seria usado para comprar drogas e abastecer as bocas-de-fumo em Campo Grande.

A polícia desconfiou do crime organizado, após verificar que vários veículos com as mesmas característica haviam sido roubados em um curto espaço de tempo. Os envolvidos vão responder por roubo qualificado, formação de quadrilha e sequestro com emprego de arma.      

veja também