MENU

Período de chuvas aumenta risco de dengue também em prédios

Período de chuvas aumenta risco de dengue também em prédios

Atualizado: Quarta-feira, 5 Janeiro de 2011 as 3:14

O quadro “Meu condomínio tem solução”, do SPTV, desta quarta-feira (5) mostrou os riscos de proliferação do mosquito da dengue em edifícios. Em época de chuva, os prédios sofrem com um fator extra e é preciso fazer a prevenção dentro dos apartamentos e nas áreas comuns como garagem, jardins, piscina, caixa d’água, fosso do elevador. O entulho, restos de material de construção e embalagens plásticas favorecem a reprodução do mosquito da dengue. Por isso, é preciso atenção de todos os moradores.

Até novembro do ano passado, foram registrados na capital 5.676 casos da doença na capital paulista. Para tentar evitar a proliferação, as equipes antidengue percorrem os bairros para orientar moradores.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta que o melhor jeito de combater a dengue é eliminar os criadouros que estão dentro das residências ou em suas áreas externas como piscinas, jardins e coberturas. Adotar pequenas mudanças de hábitos no cotidiano também é essencial para o combate ao mosquito transmissor.

Em um condomínio no Jaguaré, na Zona Oeste, os moradores nunca receberam nenhum agente da Secretaria de Saúde para vistoriar as áreas e os imóveis. O complexo tem três torres, com 350 apartamentos. Apesar do edifício não ter sido vistoriado, nenhuma família teve dengue, mas todas estão em alerta, pois ao lado do conjunto de prédios há uma favela com caixas de água destampadas, muito lixo acumulado, além de pneus velhos jogados no terreno que fica atrás do condomínio.

Orientações

Antes de deixar os agentes entrarem no condomínio, a Secretaria de Saúde orienta que é obrigatório que o funcionário apresente o crachá de identificação. Em caso de dúvidas, o síndico deve ligar para a Coordenação de Vigilância em Saúde, no telefone 156.

Os profissionais devem ser acompanhados durante a vistoria no prédio e é preciso anotar no Livro de Registro de Ocorrências do condomínio a data, nome do agente e o motivo da visita. O material informativo também deve ser fixado no elevador e distribuído para os moradores.

É necessário ter mais cuidado nas áreas comuns do condomínio. Nos ralos externos e internos de esgoto e nas canaletas de drenagens para água das chuvas devem ser colocadas telas de proteção ou sal uma vez por semana. Nas lajes e marquises, é preciso manter o escoamento de água desobstruído e sem depressões que permitam acúmulo de água, eliminando eventuais poças após cada chuva.

Os fossos de elevador devem ser verificados semanalmente, as caixas d’água devem estar sempre vedadas e devem ser limpas de seis em seis meses. Já as piscinas devem passar por tratamento adequado com cloro, se o uso for frequente.

veja também