MENU

PF cumpre 28 mandados de prisão contra assaltantes de carteiros na BA

PF cumpre 28 mandados de prisão contra assaltantes de carteiros na BA

Atualizado: Sexta-feira, 21 Outubro de 2011 as 11:24

A Polícia Federal na Bahia deflagrou na manhã desta sexta-feira (21) a operação ‘Carta na Manga’ e está cumprindo 12 mandados de prisões preventivas e 16 temporárias, além de 33 de busca e apreensão contra quadrilhas especializadas em roubos a carteiros, nas cidades de Salvador e Feira de Santana, além das regiões metropolitanas. Pelo menos 500 assaltos foram realizados por três organizações criminosas nesses locais entre 2010 e este ano. A PF relata que alguns mandados já foram cumpridos até por volta das 9h, porém o balanço da operação será divulgado no final da manhã.

O objetivo do assalto a carteiros, segundo o polícia, é a obtenção de cartões de crédito e de débito enviados pelos Correios. A PF informa que cada quadrilha tem um líder, que fornecia meios de locomoção e armas aos assaltantes e esses ganhavam de R$ 50 a R$ 200 por cartão roubado. O desbloqueio dos cartões era realizado por outros integrantes da quadrilha forjando serem os titulares das contas. Segundo as investigações, os grupos criminosos tinham atuações independentes, mas mantinham comunicação.

A operação é executada por 124 policiais federais e tem apoio de policiais do Serviço de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). De acordo com a Polícia Federal, os mandados são direcionados a suspeitos de assalto, estelionatos e falsificação de documentos públicos e foram autorizados pela 2° Vara Federal da Seção Judiciária do Estado da Bahia, após parecer favorável da Procuradoria da República na Bahia.

Os suspeitos devem responder pelos crimes de formação de quadrilha, roubo qualificado, estelionato, falsificação de documento público e uso de documento falso. As penas para esses crimes variam de um a dez anos de prisão, além de multas. Os suspeitos serão interrogados e encaminhados ao Complexo Penitenciário da Mata Escura, local onde ficarão à disposição da Justiça.

veja também