MENU

PF faz operação contra caça-níqueis na Zona Oeste do Rio

PF faz operação contra caça-níqueis na Zona Oeste do Rio

Atualizado: Terça-feira, 15 Março de 2011 as 4:19

Agentes da Delegacia Fazendária da Polícia Federal realizam, nesta terça-feira (15), uma operação para combater a exploração de máquinas caça-níqueis em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio.

De acordo com a PF, a ação é a quarta etapa da operação Estrangulamento. Os agentes vasculham estabelecimentos comerciais onde há a exploração do jogo ilegal. Pelo menos cinco locais já foram fiscalizados e dezenas de máquinas apreendidas.

A operação desta terça conta com o apoio de policiais da Coordenadoria de Inteligência da Polícia Militar.

Mais de 300 máquinas apreendidas

Desde a primeira etapa da operação Estrangulamento mais de 300 máquinas caça-níqueis foram apreendidas pela polícia. Em Cascadura foram 131. Na Pavuna, os agentes encontraram 140 equipamentos, enquanto que em Vicente de Carvalho, 45 máquinas caça-níqueis foram apreendidas.

Ainda segundo a PF, pelo menos 14 pessoas foram presas durante a operação, entre elas, um policial militar, suspeito de envolvimento com caça-níqueis.

Estabelecimentos com caça-níqueis poderão ter alvará cassado A chefe da Polícia Civil do Rio afirmou nesta terça (15), que os estabelecimentos comerciais do município do Rio que utilizarem máquinas caça-níqueis poderão ter o alvará cassado por 30 dias. Na última segunda (14), Martha recomendou aos delegados que os donos de espaços que contenham o equipamento sejam presos em flagrante.

Segundo Martha, para que o alvará do estabelecimento seja cassado é necessário que a Polícia Civil envie para a prefeitura da cidade um relatório. A partir de então, o município decide sobre o alvará de funcionamento.      

veja também