MENU

PF faz operação contra exportação de cocaína para África e Itália

PF faz operação contra exportação de cocaína para África e Itália

Atualizado: Terça-feira, 29 Março de 2011 as 1:05

A Polícia Federal realiza nesta terça-feira (29) uma operação contra a exportação de cocaína por meio de contêineres e das chamadas “mulas”, pessoas contratadas para fazer o transporte da droga. A PF busca cumprir dez mandados de prisão temporária e sete de busca e apreensão em Campinas, no interior de São Paulo, e Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul.

De acordo com a PF, também são feitas prisões e buscas nesta terça na África do Sul, onde a polícia local também fez investigações sobre o crime. A quadrilha atuava no Brasil intermediando a venda da droga para compradores da África e da Itália. A cocaína tinha origem no Paraguai.

Um contêiner com 166 kg de cocaína foi apreendido em agosto de 2010 em Port Elizabeth, na África do Sul. Quatro meses depois, um italiano suspeito de integrar a quadrilha foi preso em Salvador, na Bahia, com 9 kg da droga em um fundo falso de uma mala.

Segundo a PF, o italiano era quem agenciava as “mulas”. Na África do Sul, um ex-militar cubano foi preso por suspeita de intermediar o contato com brasileiros e paraguaios para novas exportações. Nos Estados Unidos, o homem é acusado de espionagem e tráfico de drogas.

Em janeiro deste ano, informações da PF permitiram que dois brasileiros fossem presos em Portugal – os dois haviam fugido de uma penitenciária do país e são suspeitos de ter enviado 1,7 tonelada de cocaína para Portugal em 2010.

Os presos na operação serão indiciados por tráfico internacional de drogas. As penas variam de cinco a 15 anos de prisão.      

veja também