MENU

PF faz operação em quatro estados e DF para combater contrabando

PF faz operação em quatro estados e DF para combater contrabando

Atualizado: Terça-feira, 20 Setembro de 2011 as 10:54

A Polícia Federal (PF) realiza na manhã desta terça-feira (20) uma operação em São Paulo, Ceará, Minas Gerais, Paraná e Distrito Federal contra o contrabando de eletrodomésticos e aparelhos eletrônicos "com o objetivo de desmantelar organização criminosa de conexão internacional".

Batizada de "Canal Vermelho II", a operação deve cumprir cinco mandados de prisão e 31 de busca e apreensão. Ainda não há informações sobre quantos mandados foram efetivamente cumpridos.   Conforme a PF, as investigações começaram após a tentativa de homicídio do auditor da Receita Federal no Ceará José Jesus Ferreira em 2008, que teria sido ordenada por um comerciante iraniano que liderava o grupo. O iraniano suspeito é Farhad Marvizi e está preso .

De acordo com a Polícia Federal, Marvizi teria determinado o assassinato de desafetos, concorrentes e cúmplices, o que caracterizava "verdadeira queima de arquivo", diz nota da PF.

A partir do assassinato, a polícia teria desvendado o esquema de contrabando de mercadorias e comercialização no Brasil. As investigações apontam ainda que os produtos eram adquiridos no Paraguai e entravam no Brasil por meio de aeronaves de uma transportadora sediada em Foz do Iguaçu (PR). No Ceará, a PF afirma que uma gráfica foi utilizada para confecção de blocos de notas fiscais falsas.

Os suspeitos de envolvimento no suposto esquema podem ser indiciados por contrabando ou descaminho, formação de quadrilha e uso de documento falso. As penas podem chegar a até seis anos de reclusão.

Homicídio de auditor

Na tarde desta segunda-feira (19), a PF informou que efetuou a prisão de dois suspeitos de envolvimento na tentativa de assassinar o auditor fiscal no Ceará. José Jesus Ferreira na época era diretor da Divisão de Combate ao Contrabando e Descaminho da Receita no Ceará. Os suspeitos teriam confessado o crime .

Em dezembro de 2008, Ferreira foi abordado por dois homens em uma moto, que dispararam cinco tiros. Ele foi socorrido no Hospital Instituto Dr. José Frota em estado grave. Na semana anterior ao crime, o auditor havia participado de uma operação da PF de combate ao comércio ilegal de equipamentos eletrônicos no Maranhão.          

veja também