PF prende integrantes de quadrilha que desviava carga no Porto de Paranaguá

PF prende integrantes de quadrilha que desviava carga no Porto de Paranaguá

Atualizado: Quarta-feira, 19 Janeiro de 2011 as 12:04

A Polícia Federal prendeu hoje (19) oito integrantes de uma quadrilha que desviava carga e praticava outros crimes no Porto de Paranaguá (PR). A Operação Dallas cumpre desde as primeiras horas do dia dez mandados de prisão e apreensão no Paraná, em Santa Catarina e no Rio de Janeiro.

De acordo com o agente da Polícia Federal Marcos Koren, os presos serão encaminhados à sede da PF em Curitiba, de onde serão transferidos para o sistema penitenciário e ficarão à disposição da Justiça Federal em Paranaguá. Algumas ações de busca e apreensão ocorrem com o apoio da Receita Federal.

São 29 equipes policiais federais trabalhando na operação, que tem o apoio além da Receita Federal, do Ministério Público Federal.

O grupo investigado estaria se apropriando indevidamente da chamada "retenção técnica", percentual excedente que é enviado para o exterior para cobrir quebras normais nas operações de armazenagem e embarque de granéis. Essa prática é atribuída a um grupo proprietário de um terminal de embarque no porto, que controla empresas comerciais exportadoras.

As irregularidades prejudicam a imagem do país no exterior, destaca a Receita Federal do Brasil. Provocam ainda a elevação do custo com seguros de cargas e reduzem a competitividade dos produtos brasileiros no exterior.

Os envolvidos poderão responder por crimes de estelionato, apropriação indébita, falsidade ideológica, inserção de dados falsos em sistemas informatizados, descaminho e formação de quadrilha, se for comprovada a fraude.

À tarde, a PF divulga, em Paranaguá, um balanço do cumprimento dos mandados judiciais em empresas, terminais portuários, residências de investigados e na sede da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa).   Por: Lúcia Nórcio

veja também