MENU

PF prende oito em operação contra garimpeiros em Rondônia

PF prende oito em operação contra garimpeiros em Rondônia

Atualizado: Sexta-feira, 17 Junho de 2011 as 9:20

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira oito homens, entre garimpeiros e empresários, suspeitos de integrar uma quadrilha que atuava na extração ilegal de minérios em terras da União em Rondônia.

A PF estima que o prejuízo causado pela suposta quadrilha pode passar de R$ 60 milhões.

Além de oito mandados de prisão temporária, a PF cumpriu 18 mandados de busca e apreensão em casas, empresas e cooperativas de garimpeiros da região, e realizou o sequestro de 35 veículos e o bloqueio de contas bancárias dos investigados. Cem policiais federais foram mobilizados para a operação, denominada Ouro Preto.

De acordo com a PF, a quadrilha extraiu nos últimos cinco anos 2.500 toneladas de cassiterita (uma fonte de estanho) na terra indígena Tenharim-Igarapé-Preto, localizada nas divisas dos Estados de Rondônia, Amazonas e Mato Grosso.

Cerca de 1.000 hectares foram degradados pela extração.

Ainda segundo a PF, as investigações mostraram que a quadrilha agia como uma empresa, com setores especializados para cada etapa da extração do minério. Parte da quadrilha era responsável pelo abastecimento de suprimentos como combustível, alimentação e o aluguel de maquinários pesados.

Outros integrantes se dedicavam ao transporte e venda do minério, especialmente para grandes empresas sediadas em Ariquemes (198 km de Porto Velho). Já o restante da quadrilha era responsável por "esquentar" o minério extraído ilegalmente, utilizando notas fiscais frias emitidas por cooperativas de garimpeiros.

Os investigados responderão pelos crimes de receptação, formação de quadrilha, falsidade ideológica, usurpação de bem público da União e extração ilegal de minérios.

veja também