MENU

Pista do aeroporto está lotada de aeronaves, segundo a Infraero

Fiscalização da PF causa tumulto no aeroporto Afonso Pena

Atualizado: Quinta-feira, 9 Agosto de 2012 as 9:26

A operação padrão da Polícia Federal (PF) no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, no Paraná, causa tumulto e várias aeronaves estão paradas na pista desde o início da manhã desta quinta-feita (9). A informação foi repassada pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) que afirmou que o pista do aeroporto está lotada de aviões. As bagagens de todos os passageiros estão sendo revistadas.

"A medida que uma aeronave decola, libera espaço para outra pousar", disse um dos atendentes, que preferiu não se identificar. Às 8h50, treze voos estavam atrasados e dois tinham sido cancelados.

A operação está sendo realizada como forma de protesto por valorização da categoria, segundo o Sindicato dos Policiais Federais no Estado do Paraná (Sinpef/PR). Desde a terça-feira (7), os policiais federais do Paraná aderem à mobilização nacional que reivindica aumento no efetivo da corporação, a reestruturação do plano de cargos e carreiras, aumento salarial de 30% e reposição das perdas. 

Durante a fiscalização no aeroporto um passageiro foi preso em flagrante com cápsulas de ecstasy. Segundo a PF, o rapaz disse que levaria o entorpecente para Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Desde quarta-feira (8), a emissão de passaportes na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba está suspensa devido à paralisação dos policiais federais. Os serviços de registro de armas, fiscalização de agência bancárias, certificado de segurança provada, autorização de escolta de valores, escolta de presos e atendimento à estrangeiros também estão parados por tempo indeterminado.

Também na quarta-feira, cerca de 100 navios ficaram parados no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná, porque precisavam de liberação da PF para atracar.

veja também