MENU

Planalto e Supremo já articulam intervenção no Distrito Federal

Planalto e Supremo já articulam intervenção no Distrito Federal

Atualizado: Quarta-feira, 24 Fevereiro de 2010 as 12

Reportagem de Eliane Cantanhêde, Leandra Peres e Lucas Ferraz, publicada na edição de hoje da Folha, informa que o Planalto e o STF (Supremo Tribunal Federal) começaram a articular a intervenção no Distrito Federal.

De acordo com a reportagem, a renúncia do vice-governador, Paulo Octávio (ex-DEM), era a senha que faltava para a intervenção ser deflagrada.

Com a renúncia de Paulo Octávio e a prisão do governador José Roberto Arruda (sem partido), o governo do DF fica nas mãos do presidente da Câmara, Wilson Lima (PR) - que substitui o Leonardo Prudente, que também saiu do cargo por suspeita de envolvimento no suposto esquema de corrupção local.

A reportagem diz que a suspeita é que Lima - ligado a Arruda e ao ex-governador Joaquim Roriz (PSC) - não tem condições políticas para se sustentar no cargo. O próximo na linha sucessória, segundo a Constituição, é o presidente do Tribunal de Justiça do DF, Níveo Gonçalves, que já declarou não ter interesse em assumir.

Segundo a reportagem, a alternativa para ocupar o vácuo que será criado no poder do DF é a designação de interventor federal. Esse interventor terá de ser indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e aprovado pelo Supremo.

veja também