MENU

PM acompanha nova negociação para retirar famílias de terreno no ABC

PM acompanha nova negociação para retirar famílias de terreno no ABC

Atualizado: Quarta-feira, 20 Julho de 2011 as 12:27

Policiais acompanham negociações para a retirada

das famílias (Foto: Ricardo Trida/Diário do Grande

ABC/Agência Estado)

  A Polícia Militar acompanha pelo segundo dia seguido as negociações entre oficiais de Justiça e as famílias que ocupam irregularmente um terreno da Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU) em São Bernardo do Campo, no ABC. A assessoria de imprensa da PM informa que está no local com policiais militares desde o início da manhã desta quarta-feira (20) em cumprimento ao mandado judicial que pede a reintegração de posse do terreno invadido e retirada dos moradores.

Essa é a segunda vez que a PM vai até a região ocupada. Na terça-feira (19), os policiais foram impedidos de entrar no terreno ocupado porque os moradores haviam feito uma barricada com pedaços de paus e madeira. Apesar disso, a corporação informa que o objetivo da operação é acompanhar a retirada das pessoas de forma pacífica.     Durante as negociações, os moradores pediram mais tempo aos oficiais de Justiça para deixarem os imóveis que ocupam há mais de um ano no local invadido. Por esse motivo, a reintegração de posse foi suspensa no final da tarde de terça.

De acordo com a CDHU a retirada deve recomeçar nesta quarta após as novas negociações. O terreno de 36 mil metros quadrados está sendo ocupado por 380 famílias.

Segundo a PM, as reuniões para a retirada das famílias ocorrem desde março. A Polícia Militar está no local com motocicletas e 40 carros da corporação. Bombeiros também foram deslocados para a região.

Em nota, a PM informou que "são cerca de 100 famílias que foram notificadas com antecedência sobre a decisão judicial e o CDHU propôs uma ajuda de custo no valor de R$ 1.200,00, caminhões e funcionários para transporte dos móveis, que serão depositados em local próprio,também locado pelo CDHU".

O Conselho Tutelar foi acionado para dar apoio aos moradores.

Projeto de urbanização

Segundo a CDHU, é desenvolvido um projeto de urbanização na região do terreno que irá beneficiar mais de 2 mil famílias do município. A companhia espera que mais de 280 construções sejam feitas no local ocupado, que devem ser destinadas a moradores do bairro Vila Ferreira.          

veja também