MENU

PM diz que aumentou policiamento em ruas com restaurantes em SP

PM diz que aumentou policiamento em ruas com restaurantes em SP

Atualizado: Quinta-feira, 17 Março de 2011 as 9:02

A Polícia Militar informou que já tomou medidas para evitar o aumento do número de assaltos a bares e restaurantes em São Paulo. De acordo com a corporação, foi reforçado o policiamento nas ruas com restaurantes, para dar maior segurança. Foram dez assaltos em menos de dois meses.

“Já direcionamos o policiamento com Rocan, com viatura da área, passando mais vezes nas ruas, focando os restaurantes, e dando prevenção pra toda população. Esse é o objetivo da Polícia Militar”, afirmou o tenente da PM Cleodato Moisés.

Na quarta-feira (16), a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) informou que irá enviar uma carta para a Secretaria de Segurança Pública cobrando mais policiamento onde há maior frequência de arrastões em estabelecimentos do setor na capital paulista. A Abrasel também irá recomendar aos estabelecimentos maior cuidado com a segurança, como a instalação de câmeras.     “Nós queremos mais policiamento, queremos definitivamente que seja resolvida essa questão do medo da população de sair à noite. Mas neste momento específico nós queremos um plano especial de policiamento, algo mais enérgico que elimine essa quadrilha que está solta”, disse Percival Maricato, diretor jurídico da Abrasel em São Paulo.

A associação diz que atualmente 90% dos pagamentos nos bares e restaurantes da capital paulista são feitos com cartões. Por isso, o alvo dos criminosos nos assaltos não é o caixa dos estabelecimentos, mas os clientes.

Cerca de 80% dos casos foram registrados nos bairros de Pinheiros e Vila Madalena, na Zona Oeste, sempre em ruas próximas. Os assaltantes ficam no máximo três minutos dentro dos restaurantes.

O último caso aconteceu na Alameda Santos, na região da Avenida Paulista, na noite desta segunda-feira (14). Um carro escuro parou em frente ao restaurante, cinco homens armados desceram e entraram. Funcionários foram dominados e os ladrões se dividiram. Em menos de dois minutos eles saíram apressados, com bolsas e objetos de valor de 16 clientes.    

veja também