MENU

PM e MPE prendem suspeitos de tráfico de drogas em Coxim

PM e MPE prendem suspeitos de tráfico de drogas em Coxim

Atualizado: Quarta-feira, 1 Junho de 2011 as 10:26

Operação Navegantes cumpre dez mandados de

prisãoe 18 de busca (Foto: Ricardo Campos Jr.)     A Polícia Militar de Coxim e o Ministério Público Estadual cumprem dez mandados de prisão e 18 de busca e apreensão no município de Coxim, distante 243 quilômetros de Campo Grande. O objetivo da Operação Navegantes, segundo a Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe), é prender membros de quadrilha de tráfico de maconha e cocaína.

O grupo transportava a droga pelo rio Taquari, da Bolívia até Coxim, e abastecia as bocas de fumo da região e, possivelmente, de São Paulo e Goiás, segundo investigação da polícia.

A operação está sendo feita com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MPE (MPE) e começou às 6 horas (horário de MS). Segundo a polícia, nove mandados de prisão já foram cumpridos e os detidos estão sendo levados para a sede do MPE de Coxim.

As investigações começaram em outubro de 2010, com a prisão de dois irmãos flagrados com carregamento de droga. De acordo com a polícia, os dois, que estão detidos no Instituto Penal de Campo Grande, continuam comandando a quadrilha baseada em Coxim.

A Polícia Militar de Coxim e o Ministério Público Estadual cumprem dez mandados de prisão e 18 de busca e apreensão no município de Coxim, distante 243 quilômetros de Campo Grande. O objetivo da Operação Navegantes, segundo a Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe), é prender membros de quadrilha de tráfico de maconha e cocaína.

O grupo transportava a droga pelo rio Taquari, da Bolívia até Coxim, e abastecia as bocas de fumo da região e, possivelmente, de São Paulo e Goiás, segundo investigação da polícia.

A operação está sendo feita com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MPE (MPE) e começou às 6 horas (horário de MS). Segundo a polícia, nove mandados de prisão já foram cumpridos e os detidos estão sendo levados para a sede do MPE de Coxim.

As investigações começaram em outubro de 2010, com a prisão de dois irmãos flagrados com carregamento de droga. De acordo com a polícia, os dois, que estão detidos no Instituto Penal de Campo Grande, continuam comandando a quadrilha baseada em Coxim.

A Polícia Militar de Coxim e o Ministério Público Estadual cumprem dez mandados de prisão e 18 de busca e apreensão no município de Coxim, distante 243 quilômetros de Campo Grande. O objetivo da Operação Navegantes, segundo a Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe), é prender membros de quadrilha de tráfico de maconha e cocaína.

O grupo transportava a droga pelo rio Taquari, da Bolívia até Coxim, e abastecia as bocas de fumo da região e, possivelmente, de São Paulo e Goiás, segundo investigação da polícia.

A operação está sendo feita com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MPE (MPE) e começou às 6 horas (horário de MS). Segundo a polícia, nove mandados de prisão já foram cumpridos e os detidos estão sendo levados para a sede do MPE de Coxim.

As investigações começaram em outubro de 2010, com a prisão de dois irmãos flagrados com carregamento de droga. De acordo com a polícia, os dois, que estão detidos no Instituto Penal de Campo Grande, continuam comandando a quadrilha baseada em Coxim.

Mansão

Entre os locais com mandado de busca e apreensão expedidos pela Justiça de Coxim, está uma casa localizada no bairro Santa Maria, região de periferia da cidade. A construção de dois andares e muros altos fica em uma rua sem asfalto e, de acordo com a Polícia Militar, foi construída com dinheiro do tráfico. Ninguém foi preso no local.

Entre os locais com mandado de busca e apreensão expedidos pela Justiça de Coxim, está uma casa localizada no bairro Santa Maria, região de periferia da cidade. A construção de dois andares e muros altos fica em uma rua sem asfalto e, de acordo com a Polícia Militar, foi construída com dinheiro do tráfico. Ninguém foi preso no local.

Entre os locais com mandado de busca e apreensão expedidos pela Justiça de Coxim, está uma casa localizada no bairro Santa Maria, região de periferia da cidade. A construção de dois andares e muros altos fica em uma rua sem asfalto e, de acordo com a Polícia Militar, foi construída com dinheiro do tráfico. Ninguém foi preso no local.     Segundo a polícia, casa de dois andares foi construída com dinheiro do tráfico (Foto: Ricardo Campos Jr.)              

veja também