MENU

PM faz incursões em favelas do Rio após morte de 2 taxistas nesta quarta

PM faz incursões em favelas do Rio após morte de 2 taxistas nesta quarta

Atualizado: Quarta-feira, 11 Maio de 2011 as 9:24

O comandante do 22º BPM (Maré), tenente-coronel Gláucio Moreira, determinou, na manhã desta quarta-feira (11), que sejam feitas diariamente incursões periódicas nas favelas Mandela e Manguinhos, em Manguinhos, no subúrbio do Rio, na tentativa de descobrir se há uma quadrilha na região especializada em atacar motoristas de táxis.

Dois taxistas foram mortos na Rua Leopoldo Bulhões, em Manguinhos, nesta quarta-feira (11). Um deles, segundo a polícia, foi baleado e morto dentro do táxi, por volta das 4h. Segundo a polícia, ele chegou a ser socorrido por PMs e levado para o Hospital Geral de Bonsucesso. O outro taxista foi assassinado nesta manhã, na mesma rua, na altura dos Correios. O corpo também foi encontrado dentro do carro.

Os dois casos foram registrados na 21ª DP (Bonsucesso).

“Ainda não temos noção do que aconteceu e nem se há uma relação entre os dois crimes. Mas é uma preocupação nossa saber, por exemplo, se há uma quadrilha na região, especializada em atacar taxistas. Por isso, determinei que seja feitas essas incursões nas favelas. Como não temos como ocupar as favelas, vamos fazer rondas diárias, permanentes”, disse o comandante.

O tenente-coronel não soube informar se os pertences e dinheiro das vítimas foram roubados ou se foram casos de execução.

“Sabemos que normalmente, em assaltos a taxistas, os ladrões não costumam levar o carro. Mas não sabemos por que mataram os motoristas. Não sabemos se eles reagiram a assaltos. Nem se foi assalto realmente. Mas vamos agir para reduzir crimes como esses na região”, enfatizou o comandante.

Outros taxistas atacados

Na noite de terça-feira (10), um taxista foi baleado na cabeça e no ombro, num assalto conhecido como “saidinha de banco”, na Praça de Cascadura, no subúrbio . A vítima foi levada para o hospital em estado grave.

Na segunda-feira passada, um taxista foi morto na Rua General Caldwell, no Centro . Segundo testemunhas, três homens foram vistos correndo, pouco depois de ouvidos disparos na rua. O motorista teria alugado o táxi de um vizinho, há cinco meses, para trabalhar.          

veja também